Bem-vindo ao blog da Santo Angelo!

Cabos e acessórios SANTO ANGELO tem na Music Jungle
Compre já!

Black Friday é legal para os músicos?

liquidacao-2

Olá pessoal, tudo bem?

De repente, você, que teve que adiar sua decisão de compra de uma nova guitarra, amplificador, pedal ou qualquer outro acessório musical (inclusive aquele cabo SANTO ANGELO Signature igual ao do Marcelo Barbosa), escuta que vai ter uma promoção imperdível durante o Black Friday de novembro.

Que negócio é esse de Black Friday?

Para quem ainda não sabe, Black Friday é a famosa 6ª.feira de compras que acontece logo após o Dia de Ação de Graças norte-americano, em que milhares de lojas (de lá) fazem grandes promoções e vendem produtos a preços muito acessíveis.

O motivo da alegria dos felizes consumidores da terra do Tio Sam é a promessa (sempre cumprida) de menores preços, variedade de produtos e facilidade nos pagamentos.

Mas aqui no Brasil…..

Sabemos que em nosso país, devido às fraudes nas edições anteriores, essa data ainda é vista com muita desconfiança porque vários consumidores reclamaram dos casos de preços abusivos e verdadeiros estelionatos praticados por algumas lojas no passado.

Sabe aquele varejista que dobrou os preços para vender pela metade durante o Black Friday?

Claro que os consumidores, principalmente os músicos, estão cada dia mais atentos a situações como essa e utilizando as redes sociais para denunciar, aos órgãos de defesa do consumidor, as empresas inidôneas.

Portanto, a ideia deste post é esclarecer aos nossos leitores o porquê da tradição do consumo neste dia e passar dicas valiosas para quem pretende garimpar as ofertas (sim, bons lojistas existem) e aproveitar ao máximo os descontos oferecidos.

Como tudo começou e chegou até nós?

black-friday-main-image

Existem várias teorias em relação à expressão “6ª.feira Negra” e a mais plausível aponta seu nascimento ao final do século XIX, após duas instituições financeiras terem quebrado no mesmo dia em plena corrida do ouro.

E por coincidência em uma 6ª.feira.

Mas isso não tem a ver com o lado consumista ou com as promoções que são tradições na data.

De acordo com o linguista Ben Zimmer, a teoria mais aceita sobre o surgimento da Black Friday acredita que o termo foi criado por policiais da Filadélfia na década de 60 como uma referência em relação ao trânsito caótico que ocorria após o feriado do Dia de Ação de Graças (Thanksgiving Day – feriado nacional comemorado na 5ª.feira da quarta semana de Novembro).

Segundo ele, o fluxo de veículos era intenso, porém para os lojistas, foi a oportunidade de atrair a atenção dos clientes com inúmeras promoções e descontos.

É claro que, com o crescimento da internet e da globalização, a data tipicamente norte-americana ganhou força em diversos países do mundo.

Isso fez com que até mesmo empresas brasileiras entrassem na onda dos super descontos e os consumidores ficaram motivados pela ideia de preços baixos.

Polêmica da maquiagem nos preços:

imagem-01

Nos Estados Unidos, onde a ideia foi criada, os preços são realmente baixos e os descontos são reais.

No Brasil as reclamações dos consumidores são sempre relacionadas à maquiagem de preços, utilizada por algumas empresas para vender mais sem diminuir valores ou alterar a sua margem de lucro.

Dessa forma, o lojista sobe o preço dos produtos algumas semanas ou um mês antes da Black Friday e no dia da promoção o consumidor tem a falsa ilusão que os produtos estão mais baratos.

Entretanto, devemos deixar claro que devido aos esforços de várias associações comerciais, as empresas que buscam tirar vantagens enganando seus consumidores estão diminuindo a cada edição brasileira do Black Friday.

Como já comentei, existem descontos reais e empresas éticas que estão mais comprometidas com a transparência e satisfação dos seus clientes.

Tenho certeza que com pesquisa e boa vontade você encontrará ótimos descontos, seguindo as dicas abaixo:

imagem-02

Selo de segurança da Black Friday e código de ética: Esta é uma das formas de você verificar se o site que você pretende fazer suas compras é confiável.

A organização da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico criou um selo oficial com o objetivo de identificar e evitar fraudes ou preços abusivos.

Além disso, existe um código de ética que deve ser seguido por todos os participantes.

Os lojistas que usam este selo passaram por averiguação e acompanhamento por parte do órgão em questão.

Horário da compra: Já parou para pensar que até para comprar existe um horário correto ou mais indicado? Pois é, o recorde de acessos vai das 11h às 18h e durante este período você encontrará possíveis problemas com conexão.

Se optar por comprar fora deste horário, terá mais tranquilidade para fazer as suas compras e evitar a compra por impulso.

Compras de Natal: Aproveite as promoções da Black Friday para antecipar os presentes dos seus amigos e familiares.

Este é um bom momento para conseguir descontos, já que normalmente em épocas natalinas os preços dos produtos costumam subir.

Fique de olho: Você pode controlar e monitorar os preços dos produtos que deseja comprar, assim terá a certeza se os preços sofreram algum desconto ou continuam os mesmos.

Algumas ferramentas podem auxilia-lo nesse processo: o Find Price e o Busk Preço.

O próprio órgão oficial da Black Friday no Brasil fiscalizará se as empresas estão atendendo aos descontos oferecidos. Se precisar, acesse aqui.

Depois de tomar esses cuidados e pensar bem no objeto dos seus sonhos, tenho certeza que está mais animado para fazer as suas compras e aproveitar os descontos.

Pensando no sonho, fiz uma pesquisa nos sites para encontrar ofertas de guitarras e compará-las. Apesar dos poucos resultados, consultei uma ESP LTD LM10K. Os preços variam de R$ 1.143,12 (loja A) a R$ 1.231,12 (loja B), uma economia de pouco mais de 7%. A única parte ruim é que temos poucos lojistas nas plataformas, logo, a comparação fica sempre entre poucos comerciantes. E os preços não foram alterados nos últimos 30 dias (pode ser que venha uma boa promoção por ai).

Em compensação (e ainda pensando no sonho), pesquisei um iPhone 7 256GB, que contava com 21 ofertas em 5 grandes lojas e os preços variam entre R$ 3.823,22 até R$ 4.357,14. Mais opções e maior economia (cerca de 12% de diferença entre os preços mais altos e mais baixos).

Lembrando que essa comparação de preços não deve se resumir a dois mecanismos, ela deve ser mais profunda, já que as lojas de instrumentos musicais dificilmente se encontram nesses sites.

Importante: planeje bem seus gastos e respectivos pagamentos para não entrar no limite do cartão de crédito e ficar com as contas no vermelho.

Já falamos aqui que planejamento financeiro é essencial para atingir seus objetivos e importante para a carreira de um músico. Se não viu, ou deseja relembrar é só clicar aqui.

Abraços, boas compras e até a próxima!

Lygia Teles, é Relações Públicas e pós-graduanda em Gestão de Marketing pelo SENAC-SP. Desde janeiro/16 integra a equipe de Marketing e Comunicação da SANTO ANGELO.