Braços fortes rimam com acordes?

Quem toca por hobby e prazer costuma enfrentar inúmeros dilemas, pois não encara a Música como profissão e sim como válvula de escape para o stress diário. O post do blog da SANTO ANGELO de hoje é para você que trabalha, faz academia, mas deixou para o futuro seu sonho de ser um rockstar. Não fique triste porque tem músicos muitos como você que gostam de tocar sozinho ou com seus amigos na antiga banda do colégio aos finais de semana. Se faltar ânimo para tocar essa “vida com dupla identidade”, saiba que suplementos alimentares podem ser bons aliados, desde que utilizados sob recomendação nutricional e com responsabilidade.

Muitas pessoas recorrem aos suplementos alimentares porque trabalhar, ir à academia, se preocupar com as contas, com as demandas do cônjuge e dos filhos, nem sempre é fácil conseguir dar conta do nosso dia a dia e ainda ter ânimo para tocar.

blog-suplementos-alimentares (1)

Segundo a nutricionista Karine Holanda, que já nos ajudou em um dos nossos posts sobre alimentação adequada, o uso dos suplementos alimentares deve ser feito com supervisão, uma vez que eles devem ser complementares, suprindo o que não se consegue com a alimentação. “Apenas um nutricionista qualificado possui os conhecimentos necessários para avaliar exames diagnósticos e prescrever os suplementos corretos para cada pessoa”, comenta.

A ingestão de suplementos, especialmente os que envolvem apenas um tipo de propriedade nutricional, pode trazer problemas de Saúde ou prejudicar de alguma outra forma o usuário. Por isso é necessário manter uma dieta adequada e buscar apoio profissional.

Na academia

A academia deixou de ser um lugar apenas para quem quer perder alguns quilinhos ou ficar “bombadão”. Cada vez mais médicos e preparadores físicos enaltecem os benefícios das atividades físicas e elaboram programas de treinamento adequados em função do biotipo de cada pessoa.

zakk-wylde_jpg

Ficar mais “forte”, com músculos proeminentes e desenvolvidos não atrapalha na hora de tocar e de certa forma pode até mesmo ajudar. Desenvolver a estrutura corporal auxilia a aguentar o peso do instrumento, manter a postura correta e não sentir tanto desgaste ao tocar por horas, mas é preciso cuidado, assim como alongamentos (tema abordado neste post).

Atividades físicas devem ser levadas a sério, uma vez que se praticadas de forma incorreta ou até a exaustão podem causar lesões e impedir o aluno de praticar outros hobbies, como tocar um instrumento musical. Por isso é necessária a orientação de um profissional para os exercícios e de um nutricionista para avaliar a carga de exercícios, as perdas nutricionais e quais precisam ser repostos.

Cada um é cada um

Em meio a enorme quantidade de suplementos presentes no mercado, muitas pessoas se confundem e acabam optando pelos que estão na moda. No entanto, seguir o que um colega ou até mesmo instrutor de academia indica pode ser perigoso. Afinal, eles não são os profissionais adequados para receitar suplementos. “Alguns suplementos em excesso podem forçar os rins e o fígado a trabalhar mais. Outros problemas também podem ocorrer, como o excesso de Vitamina C, que causa depleção de Cobre, que atrapalha a formação de Colágeno e pode provocar Artrite Reumatóide, doenças cardíacas e menor resistência às infecções”, alerta Karine.

img2

Além disso, Gustavo Guerra, músico, endorsee SANTO ANGELO há muito tempo e sócio de uma loja de suplementos alimentares, complementa: “Alguns componentes, como a Maltodextrina são ricos em carboidratos e se o indivíduo não gastar toda a energia que absorve, pode armazenar gordura”. Em outras palavras, engordar.

Principais tipos de suplementos

De uma maneira geral, os suplementos alimentares utilizados por adultos podem ser divididos em 6 categorias:

  • Hipercalóricos – Possuem alto teor de calorias, como o nome já diz. Equivalem por uma refeição completa por serem compostos por carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais.
  • Protéicos – São utilizados para a recuperação muscular após treinos intensos. Podem ser encontrados de forma concentrada, hidrolisada ou isolada.
  • Termogênicos – Aceleram o metabolismo e por isso contribuem na perda de peso e de gordura corporal, além de dar mais ânimo.
  • Antioxidantes – São compostos por vitaminas e minerais que agem como antioxidantes, combatendo os radicais livres produzidos durante o treino.
  • Polivitamínicos e minerais – São recomendados para quem necessita de complementação de vitaminas e minerais no dia a dia.
  • Hormonais – São os suplementos que precedem as reposições hormonais.

suplementos-alimentares

Usar ou não suplementos ainda é um assunto complexo para muitas pessoas, uma vez que a associação entre suplementos e “bomba” é muito frequente. Quando utilizados com supervisão e na dosagem adequada, os suplementos fazem bem para o organismo, ao contrário de anabolizantes, que são proibidos no Brasil e podem levar à morte, como no caso assustador da jovem Tainá Barbosa, de 24 anos, que morreu neste ano após utilizar substâncias proibidas em busca do corpo perfeito. Além de Tainá, que teve duas paradas cardíacas e ficou em coma, existe até uma lista com 8 famosos atletas que morreram em decorrência do uso de anabolizantes, como pode ser visto neste link.

Os suplementos alimentares ajudam a repor nutrientes para quem não consegue seguir perfeitamente uma dieta balanceada e também a repor aquilo que o corpo não produz mais, seja por uma doença ou pela idade mais avançada. O importante é buscar orientação nutricional e tocar guitarra com mais saúde.

Até a próxima.