Bruno Mello: evoluindo o próprio método de ensino musical

Olá querido leitor ou leitora, tudo tranquilo com você?

Além desse post no blog SANTO ANGELO sobre a evolução dos métodos para aprendizagem musical, também usei as redes sociais da marca para entender um pouco mais sobre a percepção dos nossos fãs com relação a esse tema. Você chegou a ver essa postagem em 05/02/20?

A seguinte descrição completava a imagem: “Na sua opinião, os métodos para a Educação Musical estão evoluindo ou continuam antigos, difíceis e demorados?”

Nem preciso te dizer que os comentários foram muito assertivos e 3 deles, me chamaram muito a atenção:

Stallone Terto Para ficar bom em qualquer coisa precisamos de tempo, “horas de voo” e não necessariamente vai ser uma tarefa difícil, mas algo que vai exigir de nós dedicação, foco, constância e disciplina.

Acredito que a tecnologia ajuda muito nesse processo e nos dias atuais isso é algo incrível que pode sim acelerar o processo, lógico que tem muita gente se distraindo muito com a tecnologia, ex: o cara passa 5 horas procurando vídeos para estudar e toca 10 minutos porque diz que não tem mais tempo (algo que vai atrasar o processo um bocado) mas sempre terá os caras raiz que fogem das distrações, dedicados, organizados e com sangue no olho em busca de evolução diária!

Madariaga Téchne conhecimento de teoria musical é o mesmo desde a época do meu avô, o que faz a diferença é o professor ensinar da melhor maneira possível.

George Bacan Na verdade, as pessoas estão mais imediatistas e com pouca tolerância a frustrações e repetições

Ou seja, as pessoas estão mais conscientes do que significa aprender a tocar um instrumento musical e não mais acreditam que músicos famosos ou bem-sucedidos os farão evoluir nessa direção, de um dia para outro, como num passe de mágica.

Bom saber que estamos ajudando a galera a mudar o mindset (veja esse outro post do blog SANTO ANGELO)  com relação ao aprendizado musical.

Com esse novo direcionamento, fui buscar um dos professores mais atuantes nas redes sociais, para nos contar mais sobre a nova geração de alunos.

O Bruno Mello é um parceiraço antigo aqui no blog (vide esse post ) que soube mudar e/ou adaptar seu próprio método de ensino para os vários tipos de alunos e alunas mais exigentes de todo o Brasil. Aprenda com ele:

Se você preferir, ao invés de ler esse post, temos também outra opção aos nossos leitores: você poderá ouvi-lo clicando na imagem abaixo. Depois me conte como foi essa experiência.

——-

Fala galera, beleza?

Eu sou o Bruno Mello. É com muita alegria que mais uma vez  participo do blog da SANTO ANGELO e se você ainda não me conhece, dá uma olhada nas minhas redes sociais, onde mantenho um trabalho online desde 2012.

Vamos lá: Sou professor de música desde os 17 anos de idade com aulas presenciais (offline) e online. Dessa forma. peguei toda a mudança mercadológica e social causada pelo avanço da tecnologia nos últimos tempos.

 E posso afirmar: certas coisas mudaram, mas outras… nem tanto.

O que mudou foi que hoje em dia existe muita informação gratuita disponível na internet e isso, pra quem é professor, muda tudo.

Determinados assuntos que antes as pessoas me procuravam pra aprender, hoje em dia eu não sou mais necessário.

Nós, professores, fomos obrigados a nos adaptar.

Muitos dizem que vivemos a era da Velocidade e eu discordo muito desta afirmação. Nós vivemos a era da Pressa.

Velocidade e Pressa são coisas diferentes. Quando você executa algo de forma veloz, é porque foi construída uma confiança perante aquela função.

Quando você executa algo com Pressa, é porque você está afobado, e quer terminar aquilo rapidamente. Digamos que ansioso e muito acelerado.

Todo mundo quer aprender rapido, ter excelentes resultados com o mínimo esforço. É assim que nos vendem as coisas o tempo todo.

Mas, infelizmente isso não é algo possível.

Por mais que a tecnologia tenha acelerado as ferramentas, a curva de aprendizado do cérebro humano, não ficou menor. Ou seja, ainda precisamos de tempo pra aprender. Entendeu?

Existem coisas que não mudam nem com avanços tecnológicos.

Algumas pessoas confundem acúmulo de informação com estudo. Compram diversos métodos, assistem inúmeros vídeos com a esperança de que serão melhores e mais sábios.

Porém, a verdadeira sabedoria não é somente absorver informação.

É saber colocar aquele pedaço de conhecimento a prova no seu dia a dia, para que você possa usá-lo em diferentes contextos. Essa é a única forma de realmente aprender.

Com certeza, algum professor de inglês ou outra área do conhecimento já te disse a mesma coisa, né?

Caso contrário, você vai somente decorar. E por esse motivo que a maioria das pessoas desistem de aprender. Porque demora e dá mais trabalho do que imaginavam.

A partir de certo ponto deixa de ser divertido e o que nos leva adiante é o esforço e os hábitos que incrementam nossa força psicológica, criados a partir da disciplina.

Só que não é fácil chegar nessa consciência.

Como professor, a minha forma de estimular os alunos é ser o mais transparente possível quanto a isso e sempre dar o exemplo de que dedicação supera talento.

Muitas pessoas se motivam vendo minha luta diária registrada no Instagram. Sim, todos os dias compartilho minha rotina com estudos.

Quando eles começam a ver uma evolução real que independe de facilidade ou talento, eles se sentem inspirados a seguir adiante. Acho isso incrível.

#Fica a dica: Na hora de acreditar num método para estudo: o que vai te manter na luta é o quão organizado você conseguir se manter, pois é a parte metódica que vai lhe trazer os maiores resultados.

E os resultados são a fonte de combustível para se manter motivado.

Além de ver a disciplina florescer dentro de você, saiba desenvolver um hábito resiliente de continuar, não importa o quão difícil ficar.

Meus métodos não possuem fórmulas mágicas, mas sim um mapeamento, um tutorial, um passo a passo de como obter os melhores resultados dentro de suas próprias limitações.

Cada um tem objetivos diferentes, mas no fim das contas, todos querem alcançar o mesmo objetivo: resultados.

Então eu sempre aponto para os três maiores fatores no estudo: frequência, qualidade e intensidade de estudo.

Eu posso te mostrar o caminho para se manter motivado e também como eu fiz e faço para ter resultados sólidos, mas quem precisa percorrer o caminho é você.

A disciplina é um estilo de vida que serve para praticamente tudo na Vida.

Se você busca alto desempenho na música, assim como eu, precisa viver isso, porque prosperar na dificuldade não é fácil!

Nunca foi e jamais será!

Mas é muito gratificante sentir cada desafio sendo superado. Cada obstáculo derrubado. E é isso que eu faço.

Mostro para as pessoas como superei minhas próprias dificuldades e na parte didática, o que fala mais alto na hora de conseguir os resultados é a DISCIPLINA e ORGANIZAÇÃO.

Eu mostro isso da forma mais direta, transparente e honesta possível para as pessoas que compram meus cursos e infoprodutos.

Dessa forma, as pessoas adquirirem não apenas uma informação, mas um guia de autoconhecimento para andar, por pelo menos um bom pedaço do longo caminho de construir uma carreira musical, sabendo a melhor direção a tomar.

Espero você nas minhas redes sociais para juntos encontrarmos sua melhor forma de desenvolvimento na Música, mesmo que seja como o mais bacana dos hobbies.

Muito obrigado!

Bruno Mello é guitarrista e endorsee SANTO ANGELO, é graduado pela UNISINOS/RS em Produção Fonográfica e Music Performance. Além disso, atua como professor presencial e online de guitarra.

Lygia Teles, é Relações Públicas e pós-graduanda em Gestão de Marketing pelo SENAC-SP. Desde janeiro/16 integra a equipe de Marketing e Comunicação da SANTO ANGELO.