Bem-vindo ao blog da Santo Angelo!

Cabos e acessórios SANTO ANGELO tem na Music Jungle
Compre já!

Criatividade: um mapa para chegar lá!

2018-02-07 (1)

Olá pessoal, tudo bem?

Todo mundo concorda que Criatividade é um tema complexo e que cada um de nós utiliza algumas técnicas ou dicas, muitas vezes de forma empírica, para desenvolver essa habilidade.

Falamos disso em um dos posts anteriores e, se ainda não viu, veja ou releia clicando aqui. Aliás, o blog tem vários outros posts bacanas sobre Criatividade que vale a pena pesquisar. Faça um teste e comprove.

Mas, afinal, por que falamos tanto sobre criatividade?

Porque inovar e ser criativo em um mercado competitivo como o nosso não é mais um diferencial e sim essencial.

Quantas vezes você deixou de subir mais alguns degraus na sua carreira por não ter informações ou esclarecimentos suficientes?

Em um dos posts semanais na fanpage SANTO ANGELO, chamados de “Papo de Sábado” (ocorrem às 10h30 de todos os sábados), perguntamos aos nossos fãs se acreditam que a Criatividade está (ou continua) em baixa nesses anos.

E se realmente temos ouvido mais do mesmo.

01

Claro que você ficou esperto com as dicas já publicadas, mas ainda faltava saber como os outros músicos usam a Criatividade para tocar, compor e produzir cada vez mais e melhor.

Por isso, convidamos alguns dos endorsees SANTO ANGELO para dividirem com vocês a experiência e dicas sobre como eles trabalham a Criatividade no dia a dia.

Vamos conferir?

Bruno Mello: 

“A criatividade é algo muito íntimo e peculiar de cada um. As pessoas desenvolvem essa habilidade muitas vezes de forma intuitiva, mas sempre bem particular.

Uma coisa que sempre funciona é sair da zona de conforto. Se colocar em uma situação musical não tão comum, e explorar ideias e caminhos dentro disso.

Por exemplo: improvisar numa tonalidade que a pessoa não está acostumada, ou compor algum riff ou cadência harmônica usando como referência o “refrão” de um tema erudito.

Como exemplo, eu sugiro esse da figura abaixo:

10

Enfim, é evitar o “mais do mesmo”. Isso sempre me ajuda a ser mais criativo.

Bruno Palma:  

Primeiramente eu acredito que a Criatividade é uma qualidade que pode ser trabalhada e desenvolvida! Principalmente no mundo musical, a Criatividade pode ser o fator chave para alcançar o “sucesso” de sua música, conquistando seus objetivos.

Busco a Criatividade sempre a cada instante! Cada dia reserva uma oportunidade de aprendizado e creio que cada lição, seja na vida pessoal ou profissional, pode contribuir na Criatividade musical, inspirando novas canções ou até mesmo nos permitindo enxergar uma nova perspectiva sobre uma antiga ideia.

45

Meu conselho para quem quer buscar ser criativo é não estar preso a conceitos limitantes, buscando ouvir de tudo um pouco.

Leia bastante sobre outras culturas. Viajar e se desconectar do dia-dia também auxilia em novas experiências de vida que podem se tornar notas musicais mais criativas do que o comum.

001

O que fez a diferença para mim foi quando através da leitura de revistas e livros com temas musicais, percebi a riqueza que temos, por exemplo, em nossa música Brasileira.

Surpreendi-me como alguns músicos já estavam fundindo estas ideias com o Rock n´Roll e transformando isto em músicas incríveis.

Como diria o mestre mais criativo de todos os tempos no mundo da guitarra, Jimi Hendrix: “Imaginação é a chave para as minhas letras. O resto é temperado com um pouco de ficção científica.”

Mauricio Alabama:

A Criatividade está nos pequenos detalhes e em todo lugar, quando a pessoa consegue entender que o mundo é uma ferramenta de criação, tudo fica mais fácil.

Não se prenda em uma redoma de vidro e espere ter boas ideias ou sentimentos.

Alexandre Almeida:

O meus queridos: Criatividade é algo que está em todo lugar; para um músico isso é muito importante, e para muitas pessoas e intuitivo.

Nas minhas aulas isso é essencial porque você deve estar sempre um passo à frente das principais dúvidas de seus alunos, porque todos, sem exceção, buscam tocar e entender bem o que estão fazendo. A Criatividade entra exatamente nessa hora, em mostrar o caminho q os faça chegar ao êxito.

download

Como músico acho que a Criatividade está em se adaptar a quer situação musical, independente de ritmo, improviso, linguagem ou tom.

Aprender a ter vários pontos de vista sobre a mesma informação e uma das dicas para desenvolver a Criatividade é “jogar-se na fogueira”, tentando tocar estilos musicais diferentes, prestando atenção não só seu instrumento, mais em todos.

Resumindo, a Criatividade é a mistura de necessidade, empenho e (muito) estudo.

Israel Rodrigues 

Acho que o principal é sempre se reinventar.

Procurar coisas novas e assuntos diferentes como inspiração.

Sair da zona de conforto é necessário para se colocar em desafios e então crescer.

É importante sempre dar seu máximo em qualquer circunstância, e estar preparado para as vitórias e derrotas.

Nenel Lucena:

Bom, acredito que a Criatividade é algo intuitivo, mas que pode e deve ser trabalhada.

Em algumas pessoas a Criatividade pode simplesmente aflorar muito rapidamente, em outras nem tanto. É algo bem individual.

A dica para trabalhar a criatividade musical é: Escute de tudo para poder absorver o máximo de informações possíveis e depois trabalha-las.

225

Pesquise e estude modos e formas para aplicar suas ideias (cada pessoa tem seu modo e forma) e esteja sempre aberto às novas possibilidades.

Existem muitos caminhos na Música, você só precisa achar o seu!

Junior Xanfer: 

Hoje em dia, entre os novos estudantes de Música, existe uma busca por conhecimento e técnicas apuradas e isso é muito bom.

Porém, depois que você aprender como fazer com livros e aulas, tem sempre um método ou professor que te dará um norte sobre como ser um músico completo.

Digo que CRIE- ATIVIDADE vem do grego derivado do latim MERAKI= Fazer com alma.

Isso não está em livros ou academias ou até mesmo em nós.

Isso vem de dentro até achar: aquele que busca criatividade percorrerá um caminho de autoconhecimento de dentro pra fora.

Música não é linguagem; é uma comunicação. Não importa a frase errada no instrumento e sim o que senti e transmiti.

18

Criar não tem barreiras, se me tirarem qualquer membro do corpo, eu ainda posso respirar e fazer música, porque é um diálogo que Deus deixou para o mundo se comunicar para restauração do amor e da vida.

Lembrem-se de São Paulo: “ainda que eu falasse a língua dos anjos e homens, sem amor nada seria”

Tenha atividade e crie. Ame o que faz e ao próximo como a você mesmo, daí o grande resultado, porque, quando sento em casa com meu violão, as lágrimas rolam pela minha face apenas em tocar um acorde.

Isso é o que penso sobre ser criativo: o instrumento sou eu e você não o que está em suas mãos.

Kleber K Shima: 

Creio que seja necessário pensar “fora da casinha”.

Muitas vezes, vemos alguém fazendo algo genial e isso nos inspira, mas ao invés disso, o bacana seria fazer o contrário, pensar em fazer coisas que ninguém fez.

Isso te dá margem para novas ideias, fazendo com que você seja mais imaginativo e consequentemente, mais criativo.

Ricky Furlani: 

 Três coisas que considero importantes:

1 – Ouvir diversos estilos diferentes e manter a mente aberta para diferentes pegadas e abordagens ao instrumento que você toca.

2 – Saber analisar as harmonias das músicas que você toca. A melhor aula de composição é entender e mapear/reconhecer as progressões de acordes que seus compositores favoritos usaram nas suas criações.  Portanto, estudar Teoria e Harmonia ajuda muito!

21

3 – Aliado a tudo isso, criatividade vem de inspiração. O que te inspira? O que você esta expressando com sua música? O que te motiva?

Daí vem o feeling, o frio na barriga, a emoção. E musica é puro sentimento!

Marcelo Rosa: 

Eu busco me expor a experiências que eu gosto muito como ler, ouvir diversos estilos de música, assistir filmes e documentários, viajar e sem dúvida praticar o instrumento.

Acredito que a soma destas experiências me proporciona conexões que me levam a um determinado conceito, a uma determinada ideia, seja uma ideia de foto, uma ideia de uma capa para um álbum, uma ideia de uma melodia, etc.

 Alexandre Magno: 

Na Música tento exercitar minha Criatividade diariamente, em um improviso, uma composição, um rascunho, uma abordagem diferente em cima de desenhos conhecidos de escalas e arpejos, em cima de uma música, enfim…

Acredito que devemos exercita-la sempre, pois assim criamos mais caminhos e opções no cérebro que será por onde as ideias vão passear e se divertir depois.

Escuto muitos músicos/bandas, tanto novas quanto antigas, e tento tocar muitas musicas deles. Entender como pensaram, o que quiseram transmitir com a Música e assim, tento absorver o que acho de melhor deles.

Não tento ser diferente só pra soar diferente ou dizer que sou o diferente por não usar uma escala que não gosto do som só pra dizer que sei mil escalas e não estou usando só pentatônica ou o que for.

Uso o que soa bem para mim naquela situação, independente do que for.

Em resumo, eu tento absorver o melhor de todos os sons que ouço, tento praticar diariamente composição e improviso, e vou filtrando e evoluindo as ideias que surgem e evoluindo a Criatividade sempre.

Ufa, gostaram das dicas dos nossos parceiros? Agora é refletir sobre elas e escolher uma ou duas para testar.

images

Tenho certeza que irá conseguir evoluir na sua habilidade de ser mais criativo.

Mas não esqueça de comentar ou compartilhar com seus amigos, porque tudo fica melhor quando aprendemos e evoluímos juntos.

Continue acompanhando o blog SANTO ANGELO e nos mandando suas críticas ou sugestões para que possamos sempre encontrar temas úteis para sua carreira se desenvolver.

Abraços e até a próxima.

Lygia Teles, é Relações Públicas e especialista em Marketing pelo SENAC-SP. Desde janeiro/16 integra a equipe de Marketing e Comunicação da SANTO ANGELO.

  • Joelson

    Ok perfeito, é um assunto interessante sim, li as explicações, e tem muita coisa aí de muita relevância, mas tem algo que me incomoda bastante, e me parece passar sempre desapercebido, não sei, então é o seguinte, a criatividade não é só barrada por conta da falta dela, mas pela falta da motivação, que inclusive é uma das principais no meio artístico musical que é a questão da oportunidade, ora, ninguém vai ficar compondo músicas de graça e postando sem um direcionamento, as pessoas não querem, eu sou um que tenho o potencial se eu fosse um músico profissional, mas trabalhar pra mostrar algo que te deu um baita trabalho, e você ver que a demanda de música no Brasil beira ao ridículo….. Ah mas você terá seguidores, mas seguidores não põe o idade a mesa comprendeu? Isso não motiva ninguém, qual a pessoa que vai ficar trampa do música pra isso? Ainda que nos dias de hoje os públicos sejam formados através de redes sociais, uma minoria vai as vias de fato, onde está o resultado, então isso por mais bonito que seja de ler, não vai além disso pessoal, entendam… Há muito músico para pouco público, muita oferta pra pouca procura, e outra, os músicos que o seguiram uma oportunidade é chegaram a alguns resultados só pedem, e só vendem, não retribuem nada, nos EUA por exemplo, os caras te seguem primeiro pra só então pedirem para você os seguir, podem olhar lá no meu Twitter por exemplo, os meus seguidores são norte americanos porque brasileiro tem esse costume de que a fama que fizeram que nem é tanto assim já os deixa astros do rock inatingível, incapazes de falarem ou responderem a pobres mortais muito menos retribuir seguindo os seu seguidores…. É a cultura do brasileiro que acaba com o Brasil, mudem a estratégia.

  • Jean Marinho

    Para mim o mais importante na criatividade é que ela faz da sua Música algo pessoal, intimo e intransferível. Mas concordo plenamente com essa colocação de Joelson; “porque brasileiro tem esse costume de que a fama que fizeram que nem é tanto assim já os deixa astros do rock inatingível, incapazes de falarem ou responderem a pobres mortais muito menos retribuir seguindo os seu seguidores…. É a cultura do brasileiro que acaba com o Brasil, mudem a estratégia” O Músico Brasileiro não é patriota infelizmente. Parabéns a Santo Angelo pela iniciativa e pelo espaço.