Estudar Música nos EUA pode te transformar em um músico competente?

Fala galera, tudo certo?

Aqui é o Sasha Z e é sempre um enorme prazer compartilhar conhecimentos com os leitores do blog SANTO ANGELO, como já tinha feito em 2017  nesse post

E para quem está chegando agora e ainda não me conhece, recomendo que vejam esse vídeo  bem legal que fiz assim que entrei para o cast de artistas da marca em 2015.

E já que o tema recente aqui no blog tem sido sobre as vantagens e desvantagens de cursar Música numa universidade, queria dividir com vocês um pouco da minha recente experiência estudando guitarra em um programa de 3 meses no lendário “Musicians Institute” sediado em Los Angeles, Califórnia.

Queria deixar claro que esse período não foi como aquele descrito pelo Mateus Starling nesse post  nem tampouco teve o selo de um um curso superior como relatado pelo professor Djalma Lima nesse outro post

O que eu queria dividir com você é quanto eu evoluí com essa experiência.

Entretanto, seria impossível falar sobre isso sem mencionar o quanto batalhei para realizar esse sonho.

Foram anos de planejamento e organização para que durante o primeiro trimestre de 2018 eu pudesse estudar na mesma escola onde muitos dos meus ídolos  também estudaram.

E a pergunta que pode passar pela sua cabeça é: será que valeu a pena?

Claro que ninguém, obrigatoriamente, precisa estudar numa universidade ou fora do Brasil para se tornar um grande músico.

Hoje, as informações estão distribuídas mais democraticamente do que nunca e ao alcance de todos que tenham interesse de busca-la.

O que posso afirmar é que a experiência de estudar em uma escola, como o Musicians Institute, é uma forma de imersão que pode agilizar o processo.

Com uma estrutura fantástica (fiquei muito orgulhoso ao descobrir que as salas estavam equipadas com cabos SANTO ANGELO), professores de alto nível, aulas que iam de Music Business a Live Performance, Workshops sensacionais e alunos de todas as partes do mundo focados no objetivo de evoluir musicalmente, o “Musicians Institute” se torna um ambiente inspirador onde é possível absorver muito conhecimento todos os dias.

Sempre penso que o aluno tem o poder de transformar uma experiência de estudo de acordo com o seu grau de envolvimento.

Portanto, é preciso foco, disciplina e dedicação para poder aproveitar a escola ao máximo.

Você tem, ao alcance “das mãos”, músicos geniais para trocar ideias, tirar dúvidas e buscar a motivação que vão te impulsionar na carreira musical e cabe exclusivamente a você tirar proveito dessa situação.

Outro ponto positivo é estar na cidade de Los Angeles, onde você tem acesso a diversos artistas e todo networking que isso pode proporcionar.

Para ter uma ideia, esbarrei com Ozzy Osbourne no caminho da escola, fui selecionado em uma promoção para ir ao cinema com o Slash e, ao visitar a NAMM Show 2018 (maior feira de música do mundo), pude ver todas as novidades do mercado, além de trocar ideias com músicos como Glenn Hughes, Steve Morse, Mike Portnoy, entre muitos outros.

Ficou interessado em saber mais? Baixe essas dicas.

OK, sabemos que o Real está bastante desvalorizado em comparação ao Dólar e é necessário um grande esforço para estar lá, mas, sem dúvida alguma, eu passaria por todo o esforço e sacrifícios que fiz para estar lá novamente.

Cada um de nós trilha o seu caminho e, como disse anteriormente, estudar fora não é um requisito. Ainda assim, se você tiver esse sonho, recomendo batalhar com todas as forças e depois aproveitar cada segundo da experiência.

Voltei de lá mais motivado do que nunca e com muitas ideias para colocar em prática na minha própria escola e carreira.

Um grande abraço! Até a próxima!

Sasha Z, guitarrista e endorsee SANTO ANGELO. Atualmente leciona guitarra  e violão na Overdrive Guitar School (Caxias do Sul – RS) e integra a banda “Underload”, além de desenvolver um trabalho solo instrumental.

  • André Vinhedo

    Parabéns Sasha! Belo depoimento e carreira.
    Continue brilhando.

  • Sasha Zavistanovicz

    Valeu, André!