Não! Você não pode!

pare-2

O que não falta nesse mundo é gente para te derrubar, não é mesmo?

Você não pode isso, não pode aquilo e a pior de todas: você não pode tocar guitarra (ou outro instrumento musical qualquer), porque ninguém consegue viver de Música nesse Brasil.

Fala sério: alguém merece ficar escutando isso grande parte da vida?

O pior é que de tanto escutar, o cérebro acaba mesmo acreditando nisso e impedindo a pessoa de seguir adiante, ousando e querendo sempre mais.

Por isso, nesse post vou te ajudar a pensar diferente, mudando o “mindset” negativo que, mesmo sem querer, nossos parentes, amigos e até quem amamos tendem a nos impor, seja na Música, seja na Vida em geral.

Você já deve ter escutado a frase que diz: não devemos mexer em time que está ganhando, certo?

E se eu te falar que devemos sim modificar tanto o time que está perdendo como o que está ganhando?

Devemos e podemos quebrar alguns paradigmas em nossa mente para alcançar novos patamares e obter sucesso em tudo que desejamos.

 imagem-01

Como assim?

Se quisermos resultados diferentes, é claro que devemos utilizar processos diferentes para atingir metas e objetivos mais a frente. Isso vale para todos os times, quer vencedores quer perdedores.

Já parou para pensar: Por que agimos sempre do mesmo jeito?

É muito comum que nossa mente se acostume a decidir sobre padrões pré estabelecidos que nos foram ensinados ou absorvidos durante a vida.

Para que possamos “quebrar” essa rotina ou desenvolver alguma habilidade, uma das maneiras de treinar seu cérebro a fazê-lo é pensando no conceito do Mindset.

O termo é de origem norte-americana, proposto por Peter Gollwitzer e desenvolvido com mais profundidade dentro da Stanford University pela psicóloga Carol Dweck depois de um bom tempo estudando a mente humana.

E nesse denso estudo ela descobriu duas diferenças entre o comportamento da mente das pessoas que ela definiu como: Fixed Mindset e Growth Mindset

imagem-02

O “Fixed Mindset” (Programação Mental Fixa) pertence à pessoas que acreditam em qualidades, como Talento ou Inteligência, conceitos mais fixos e simples.

Esse pessoal usa seu tempo documentando o que tem de Inteligência ou Talento ao invés de desenvolvê-lo. Elas acreditam muito que essas qualidades os levarão ao sucesso, sem esforço algum.

Já os “Growth Mindset” (Programação Mental do Crescimento) acreditam que a maioria das habilidades básicas podem ser desenvolvidas através de dedicação e trabalho.

Inteligência e Talento são apenas pontos de partida. As pessoas com esse Mindset amam aprender e acreditam que Resiliência é essencial para grandes conquistas.

A maioria das pessoas de sucesso tem o Growth Mindset

Agora você deve dizer: “ah, mas se eu não nasci com o mindset do Kiko Loureiro (ou Juninho Afram, quem sabe?), eu nunca terei sucesso”.

Ou então se justificar dizendo “eu sempre fiz assim e não tem como eu mudar agora”. Ou ainda essa: “time que está ganhando, não se mexe”.

imagem-03

Todas são grandes mentiras, acredite nisso meu caro amigo músico.

Você pode trocar o mindset quando quiser, porém, já te aviso que precisará de muito esforço e vontade de aprender uma forma nova de pensar e agir.

Pessoas que aprendem um mindset de crescimento ficam motivadas, aumentam sua produtividade independentemente da área (educação, negócios, esportes, música, etc.) que atuam.

Outra coisa legal é que elas acabam melhorando seus relacionamentos, seja no campo profissional, seja no pessoal.

Afinal, o que isso tem a ver com a música nossa de cada dia?

Absolutamente tudo, meu bom entendedor de harmonias.

Essa forma de pensar, de agir, englobando mais visões do que a simples Inteligência e ou a dependência do Talento “divino” o tornará mais apto a aproveitar oportunidades que surgirem no caminho e, por consequência, terá ainda mais sucesso.

imagem-04

Exemplifico: imagine que você começou a tocar violão junto com seu vizinho.

Na sua cabeça, já imagina aplicando o conhecimento em aulas particulares enquanto toca na noite, abrindo um canal no Youtube e abrindo uma empresa de jingles.

Seu vizinho toca tão bem quanto você, mas fica no quarto, aprendendo escalas e tocando para si mesmo.

Aliás, lembra-se quando dissemos que as oportunidades só tem cabelo no topete?

Pergunta: quem não chegará ao sucesso?

A resposta está obvia, não é? Não é impossível que o “menino do quarto” tenha sucesso algum dia, mas quem ativamente busca com mais garra, mais retorno terá.

Quer outro exemplo: você se forma na faculdade e sai para procurar emprego. Seu amigo se forma também e fica sentando em casa, esperando alguém o descobrir.

Quem terá emprego mais rápido e crescerá na carreira?

imagem-005

Não quero parecer mais um desses gurus motivacionais que estamos acostumados a ver pela internet afora.

Porém, a grande lição que aprendi estudando e aplicando uma mudança de mindset é que, apesar de difícil, é possível fazer o que você gosta, mudar a percepção das pessoas sobre o que você faz e quem sabe: revolucionar o mundo (ou parte dele).

Dentro desse tema, tem vários posts aqui no blog falando sobre negócios digitais (mais conhecidos como Startups) que têm revolucionado realidades que pareciam imutáveis no mundo (da Musica inclusive).

E não pense que os criadores dessas startups são gente de outro planeta.

Não mesmo. São iguaizinhos a você e a mim, mas com uma diferença: acreditaram (e acreditam) que adaptando ideias já existentes, como o telefone ou a forma de comprar ou tocar um instrumento musical, poderão mudar o mundo.

E se eles podem, por que você não poderia também? Só porque, alguém de mal com a Vida, um dia te disse que não conseguiria ser o que sonhou?

Experimente mudar seu mindset, conforme te expliquei acima. Você irá se surpreender e, com certeza, muitas ideias irão fervilhar em sua cabeça com centenas de caminhos a seguir.

Um abraço, mantenha a mente aberta e até a próxima.

Dan Souza é Relações Artísticas,  Baixista e fissurado em tecnologia e música, além disso, é  apaixonado por Publicidade, Propaganda, Literatura e Filosofia. Formado em Marketing pela UNINOVE/SP,  atualmente é CMO da equipe de Marketing da Santo Angelo.