Bem-vindo ao blog da Santo Angelo!

Cabos e acessórios SANTO ANGELO tem na Music Jungle
Compre já!

Nossos guitarristas inspiradores.

por Isis Mastromano Correia

Muita gente não participa dos concursos culturais porque não acredita, tem receio e até vergonha de se expor. Quando eles dizem respeito ao mundo da Música, onde o aparecimento do sujeito em público faz parte do negócio, piorou. Mas, há 250 exceções sobre esse fato. Essa foi a quantidade de gente que se inscreveu no concurso Meus Riffs Inspiradores cujas seletivas (veja os classificados na 1ª seletiva e na 2ª seletiva) ocorreram em setembro premiando seis guitarristas que mandaram ver em trechos de músicas importantes da história da Música.

Cristian, Alexandre, Bruce, Felipe, Vinicius e Leonardo fazem parte desse grupo de “destemidos”. Eles foram os finalistas do Meus Riffs Inspiradores e toparam conversar com a gente sobre a experiência de participar e também sobre suas empreitadas na carreira musical. É uma forma de incentivar quem ficou de fora ou que esteve presente, mas, pretende participar outras vezes para quem sabe garantir sua vez nos concursos futuros.

O engenheiro Rogério Raso, diretor da SANTO ANGELO, também comentou um aspecto em particular da realização do concurso Meus Riffs Inspiradores. “O que mais nos incomoda, no quesito credibilidade, é que o Concurso Culural Meus Riffs Inspiradores seguiu rigorosamente a legislação governamental para concursos promovidos nas redes sociais. Foram mais de três meses de contatos com a Caixa Econômica Federal para obtenção de certificado de autorização, concedido no dia 01/07/2014 sob numero 3-1362/2014. Nunca houve, tanto nos concursos anteriores como neste, a intenção de beneficiar esse ou aquele músico, como tantas vezes lemos nos comentários do Facebook”, finaliza o executivo.

Cristian é de Ijuí, Rio Grande do Sul, e abocanhou o 1º lugar. Ele tem 21 anos e toca desde os 14. Em dois minutos, ele mandou ver riffs diversos de músicas como “Pictures of Home”, da banda “Deep Purple” e “Big City Nights”, do Scorpions. Uma seleção primorosa!

Músico profissional, licenciado pela Ordem dos Músicos do Brasil, Cristian é do tipo menino prodígio: aos 16 anos teve seus primeiros alunos e atualmente trabalha em uma escola de Música. Mesmo carregando o titulo de mestre, ele não deixa de estudar. “Eu estudo para me tornar um profissional melhor, porém tento sempre manter um estudo que seja prazeroso, pois, tudo que é feito com prazer fica melhor”, garante.

O guitarrista conta que resolveu participar do concurso SANTO ANGELO como forma de mostrar seu trabalho e para fazer novos amigos. Essa atitude pró ativa tem tudo a ver com um assunto que a gente vem tocando aqui no blog há bastante tempo: o bom uso do Marketing Pessoal na carreira do músico (leia os posts “Marketing Pessoal em tempos de internet” e “Sobre cifras e cifrões: marketing pessoal para impulsionar a carreira“)

Ele garante que esse novo círculo de contatos foi importante para ajudar na divulgação do trabalho e trocar experiências e indicações. É o que os especialistas do mundo corporativo – que só parece, mas, não está assim tão longe da carreira musical – chamam de ‘network’. “Além da premiação, que deu um ‘up’ enorme em qualidade no meu som, ganhei muitos seguidores e expectadores”, diz. “Foi sem duvidas uma das coisas mais importantes na minha carreira até o momento”, completa.

O Cristian ganhou um kit de produtos SANTO ANGELO contendo cabos, pedais e afinadores e depois do concurso até planejou e apresentou uma vídeoaula exclusiva para o nosso blog e canal YouTube sobre Arpejos com Tappping. É só clicar aqui e conferir.

Se quiser saber mais sobre a carreira do Cristian, bandas que participa ou já participou além de outras dicas, inscreva-se no canal que ele mantém no Youtube clicando na imagem.

Cristian 1


Outro dos selecionados, pelos jurados e pela galera que votou entre os 10 finalistas, foi o Alexandre Magno, 26 anos, de Brasília, Distrito Federal. Ele, que levou a categoria “voto popular”, começou a tocar com 12 anos. Mais do que riffs inspiradores, a história de Alexandre é muito mais inspiradora. Ainda criança achou um violão quebrado na casa de uma tia, pediu para os pais colarem o braço e começou a carreira ali.

Para quem tem receio de aparecer tocando em público, Alexandre dá uma lição. Ele conta que havia voltado ao mundo da Música pouco antes do concurso acontecer, achou a ideia interessante, resolveu arriscar e, claro, deu no que deu!

A dica que ele deixa para os leitores é simples: estudem! Clique na imagem e veja o canal dele no Youtube.

Alexandre Popular


Felipe Braz, 28 anos, toca há 16 e veio de Santos, São Paulo, para abocanhar o 2º lugar e ainda por cima nos deixar uma lição de vida. Este é o terceiro concurso cultural SANTO ANGELO que ele participa. Em 2012, ele fez parte do 4 All Americans  que envolveu músicos dos três idiomas do continente americano.

O guitarrista conta que naquele ano resolveu participar, pois, procurava por estímulos em meio ao período mais difícil de sua vida, o tratamento de um câncer. Às voltas com uma internação, sessões de quimioterapia e prestes a encarar uma cirurgia, ele, que nunca tinha gravado um vídeo para o Youtube, juntou forças para tocar. “Minha pele estava bem sensível e tocar doía um pouco, mas, eram poucos segundos de música e a minha alegria era maior que a dor”.

Ele conta que por muito tempo sua descrição no Facebook foi “guitarrista profissional, amador nas horas vagas”, ideia que ele diz sintetizar bem sua relação com a canção. “Trabalho profissionalmente há 11 anos. Hoje, dedico todo o meu tempo livre, além do descanso e lazer, aos estudos musicais”, explica ele que aprendeu seus rocks favoritos com um primo em um violão velho e remendado.

“Minha dica para quem está começando ou já toca um instrumento é definir um propósito e dedicar-se bastante com constância e força de vontade. Não importa quanto tempo tenha disponível em meio à rotina”, diz. E de dedicação e propósito ele entende!

Visite o canal do Felipe Braz clicando na imagem.

Felipe 2


Nosso 3º colocado, Bruce Faro, 27 anos, veio de Mogi das Cruzes, em São Paulo. Ele toca guitarra há 13 anos e começou a se envolver com a Música por influência de um primo (parece que os primos são mesmo bons formadores de opinião!).

O guitarrista, que é músico profissional, conta que foi avisado do concurso por um de seus alunos. “Muita coisa mudou para melhor. Maior reconhecimento da minha família e de músicos que trabalham comigo, novas portas de trabalho”, explica.

A dica que ele deixa para todos os que se interessam em tocar um instrumento é buscar algo que desafie o raciocínio. “Encontre novos caminhos e tente sempre imprimir a sua marca”, finaliza.

O canal do Bruce no Youtube está linkado aqui, na imagem.

Bruce 3


Outro gaúcho na parada, nosso 4º colocado, Vinicius Modelski, 18 anos, veio de Caxias do Sul. Ele chamou os amigos para fazer a base e todos apareceram no vídeo que ele mandou para o concurso. Sua apresentação também foi diferente ao montar uma sessão de riffs prioritariamente no estilo country.

Ele é estudante de Música na Universidade de Caxias do Sul e também toca piano. Começou com violão aos 8 anos, e, aos 9, partiu para a guitarra. Hoje, toca em uma banda de baile que faz em média de 15 shows por mês em toda a região sul do Brasil.

“Eu não tinha pretensões de chegar tão longe assim (no concurso), pois, fiz um estilo diferente do que a maioria da galera fez. O mais importante de tudo foi conhecer e fazer novos amigos, guitarristas excelentes”, conta.

O guitarrista tem o seu canal no Youtube também.

Vinicius 4


Leonardo Ghigiarelli, 22 anos, nosso 5º colocado, veio de Poços de Caldas, em Minas Gerais. Para os pais que acreditam que o filho estava “perdendo tempo” na frente do videogame, o músico prova que não: “Me interessei pela guitarra depois de jogar por meses o jogo Guitar Hero”, confessa. Então, ganhou da mãe a primeira guitarra (de verdade!) e ele, que na infância já havia tocado flauta e cantado em coral, deu início às aulas.

“Minha intenção com a música em primeiríssimo lugar é o prazer, e claro, passar diversão, alegria e bem estar ao público. Imagina o mundo sem a música?” questiona. Nós nem queremos imaginamos mesmo!

Leonardo deixou também o seu conselho: “Saia do quarto e vá viver tudo o que a vida e a música tem a oferecer”. Bela dica, não?

Canal do Leonardo no Youtube:

Leonardo 5


Essa turma boa de participantes do Concurso Meus Riffs Inspiradores se reuniu para nos brindar com uma jam que pode ser conferida aqui

Se inspirou na história dos nossos participantes? Agora está com força e coragem para aparecer nos próximos concursos? Então, fique ligado no Concurso Vinheta 2015 da SANTO ANGELO que logo estará pintando por ai bem como novos posts com dicas para a carreira musical.

E não se esqueça de nos acompanhar também no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter.

Até a próxima!