QUERER É PODER: DE CONCORRENTE A JURADA

Por Isis Mastromano Correia

Enquanto não são conhecidas as versões vencedoras do 2º Concurso Cultural SANTO ANGELO Curando Seu Improviso Gospel que tal dar uma olhada na experiência de alguém que apostou suas fichas no concurso do ano passado e, de quebra, abocanhou o 2º lugar com muito talento e paixão pela Música?

Apresentamos Larissa Basílio, 25 anos, guitarrista por vocação e paixão. A paulista que conquistou um lugar no podium em 2012 se transformou neste ano em uma das juízas do concurso!

Lari Basílio

Sabemos que as igrejas evangélicas são historicamente uma ferramenta poderosa em revelar talentos. O Gospel em sua forma original era geralmente interpretado por um solista, acompanhado de um  coro  e um pequeno conjunto instrumental. Grandes intérpretes da Música começaram assim, como Aretha Franklin, Ray Charles e o eterno Elvis Presley, um dos maiores divulgadores desse gênero musical no século 20.

O Gospel foi assumindo formas surpreendentes ao longo da história e o estilo influenciou grupos e cantores de rock e pop – nos anos de 1950 com Bill Haley e seus Cometas, Jerry Lee Lewis entre outros – até chegarmos a artistas como Britney Spears e Beyonce que se valeram da maior liberdade musical dentro das igrejas na atualidade.

Lari Basílio é exemplo vivo de tudo isso. “A igreja sempre foi importante para a formação de músicos e sempre será”, afirma a guitarrista. Ela diz que a convivência na igreja insere as pessoas na Música e que muitas delas desenvolvem um trabalho musical com aulas gratuitas que incentivam e despertam o interesse pela canção.

A Música se concretizou na vida de Lari aos 4 anos de idade, quando começou a estudar órgão com professores. A guitarra chegou mais tarde, por volta dos 9 anos, quando o pai ensinou alguns acordes. “A partir de então, com aquelas poucas notas que sabia, passei a tirar Músicas de ouvido e estudar sozinha em casa. A igreja me ajudou muito neste aspecto, pelo fato de sempre ter alguém pra me ensinar algo novo, me dar alguma dica, tanto na teoria como na prática”, explica.

Os estudos são diários e contínuos até hoje. Mesmo mandando super bem na guitarra, ela diz que pretende tomar aulas com um professor em breve. “Sempre procurei professores particulares, mas não tive muita sorte já que quando encontrava um bom, logo parava de lecionar (risos). Mas sempre aproveitei ao máximo o que via e ouvia, procurando colocar em prática”.

Não diferente de quem é fã de guitarra e Música Gospel, a grande influência de Lari é Juninho Afram e Oficina G3. Advogada de formação, hoje, Lari vive exclusivamente da Música. Seu pai adorava cantar e compor. Nesse ambiente, a musicalização foi algo muito natural e por isso ela considera a família fundamental nesse processo. “Veio deles (família) o incentivo de estudar Música e até hoje recebo muito apoio em todas as decisões”, ela diz.
Para Lari, a Música está inserida em todos os contextos da vida, não há barreiras e assim, ela diz não sentir preconceito do público ao se declarar uma musicista cristã. Ser mulher, o que seria outro impedimento, também passou despercebido.

“Já foi pior. Apesar de ainda existir certo preconceito sinto que estamos evoluindo. Hoje em dia há até uma atenção maior para as mulheres que tocam. Isso é ótimo, porque se a pessoa te vê e constata que você toca de verdade, pronto! Essa é a melhor maneira de tornar o cenário um pouco mais feminino”, diz. “Apesar de saber que ainda existe certo tipo de preconceito com as mulheres no universo da guitarra, não fiquei com receio disso para participar do concurso SANTO ANGELO, pois no fundo, o que importa é a Música. Ser mulher ou homem é mero detalhe”, completa.

De participante à jurada

Lari conta que quando soube do concurso no ano passado não tinha expectativa alguma e que pensava que sua participação se resumiria a experiência. Mas, a repercussão que seu vídeo teve logo no primeiro dia foi uma surpresa.

“Realmente não esperava ficar em segundo lugar. Fiz o vídeo de coração, com amor, mas, sem esperar muita coisa. Saber do resultado foi uma surpresa muito, mas muito boa! Fiquei muito feliz e toda minha família também! Posso dizer que a minha iniciativa de entrar no concurso foi um passo muito importante para minha carreira”, afirma.

Ela considera estar agora com uma grande responsabilidade nas mãos: julgar muitos músicos que participarão pela primeira vez de algo do gênero. “Assim como o concurso foi algo muito importante na minha carreira, pode ser da mesma forma para outros músicos. Analisei os vídeos com muito cuidado e carinho”, diz.  “É interessante estar do “outro lado” e participar de um concurso dessa forma”, revela.

Para quem está participando atualmente da disputa, Lari dá uma dica do que ocorre nos bastidores: “Quando surge alguma dúvida, discutimos (os jurados) abertamente sobre as versões até tranquilamente chegarmos num consenso. Essa troca de idéias entre nós deixa o concurso mais dinâmico e interessante. É muito bom trabalhar com um corpo de júri experiente, como o deste concurso”, ela conta.

Lari considera que iniciativas como os concursos conscientizam e encaminham mais jovens para a disciplina e a educação musical, além, de claro, revelar novos talentos, além dos trabalhos já realizados por professores sérios e comprometidos. “Um professor de Música ensina, desenvolve e até descobre habilidades em seus alunos e tudo isso coopera para a boa educação musical”, diz.

A carreira após o concurso

Hoje Lari Basílio é uma musicista de renome que tem conquistado um espaço importante no mundo da guitarra brasileira com diversas empresas apoiando o trabalho da moça! Sua música “Walking by Faith” alcançou mais de 34 mil acessos pelo Youtube e o próprio vídeo de sua participação no concurso SANTO ANGELO tem mais de 135.480 visualizações! Ela escolheu a canção “Sonda-me, Usa-me”, de Aline Barros para participar.

Lari lançou no ano passado seu primeiro EP auto intitulado, com direito a participação do baixista Felipe Andreoli, e que pode ser escutado em soundcloud.com/laribasilio. Atualmente os motores estão ligados para o lançamento de seu novo trabalho que deverá ter ao menos uma das faixas lançadas na Expomusic 2013.

A Música é um caminho longo, difícil e de muita dedicação, segundo Lari, mas, ela confirma o que todo músico e estudante já supõe: o resultado é muito gratificante!

“Sou grata a Deus por ter colocado no meu coração o amor pela Música e por ter me presenteado com um dom. Sei que tudo vem Dele!”, ela diz. “Foi por conta da Música que tive a oportunidade de estar aqui hoje falando com vocês por meio da SANTO ANGELO. Um privilégio pra mim!”. 
E para você que está perseverante em partir de uma vez para as finalíssimas do 2º Concurso Cultural SANTO ANGELO Curando Seu Improviso Gospel, Lari deixa uma dica: “sigam o que o coração deseja! Se o seu coração deseja Música, faça Música com muito amor sempre!”.

Para conhecer mais o trabalho dela é só acessar youtube.com/larissabasilio, facebook.com/laribasiliomusic e laribasilio.com.

Quer se inspirar ainda mais? Vamos sortear entre os inscritos no blog – junto com os cursos online do Torao que anunciamos na semana passada – 10  EPs Larissa Basílio, um bálsamo para os ouvidos e um incentivo para os músicos seguirem o exemplo de perseverança dessa querida guitarrista!

EP Lari Basilio

Com vocês, a continuação das seletivas do concurso.

Até breve.

Nota da SANTO ANGELO.

Participação da Lari Basílio no 1° Concurso Cultural SANTO ANGELO de Música Instrumental Gospel.