Bem-vindo ao blog da Santo Angelo!

Cabos e acessórios SANTO ANGELO tem na Music Jungle
Compre já!

Saúde é o que interessa e o resto não tem pressa!

2015-04-07 - FB (B)

Aproveitamos o slogan de Paulo Cintura (do antigo programa humorístico Escolinha do Professor Raimundo) como título pois hoje, dia 07 de Abril, comemora-se o Dia Mundial da Saúde, marcando a criação em 1948, pela ONU, da Organização Mundial da Saúde (OMS ou WHO em inglês) com intuito de ajudar no controle de doenças pelo mundo, em conseqüência de guerras e conflitos entre nações. Mais do que combater as doenças, hoje a OMS trabalha com o bem estar, tendo até uma campanha que fomenta o consumo de frutas e verduras para melhoria da saúde das pessoas (como já comentamos em um dos nossos posts anteriores).

Seis em cada dez brasileiros só vão ao médico quando já estão doentes. É o que mostrou uma pesquisa do Instituto Data Popular realizada em 2014. Segundo os médicos, a prevenção é a melhor forma de reduzir o risco de doenças graves como infarto ou acidente vascular cerebral (AVC), que podem deixar sequelas e até matar. Para o presidente do Instituto Data Popular, Renato Meirelles, o discurso do brasileiro é mais consistente do que a prática. “Três quartos afirmam se preocupar diariamente com a forma. Agora na prática não é bem assim que funciona – 57% não abrem mão de comer doce e fritura e pasmem, 81% não fazem atividade físicas de forma regular”.

Assim, quem acompanha as programações de temas em nosso blog, sabe que nos preocupamos especialmente com a saúde, tanto dos músicos atuais como daqueles que estão por vir, influenciados pela nossa paixão por tocar um instrumento musical, especialmente os de cordas. E sabem por quê?  Porque é através de uma Saúde perfeita que você conseguirá prolongar sua vida e continuar com suas atividades e hobbies favoritos.

DMDS2015 0003

E não ache que você precisa de muitas horas para melhorar aos poucos sua saúde. Estudos recentes do Hospital Geral de Massachusetts dizem que o ato de respirar fundo já cria uma melhoria metabólica e imunológica nos genes responsáveis por essas funções. Fora um bom alongamento ou mesmo abraçar alguém. Se quiser saber mais, é só clicar aqui.

Sabemos que na Música, muitos dos grandes astros abusaram de drogas, álcool e dificilmente mantinham uma alimentação regrada ou mesmo uma rotina de exercícios para manter o corpo são. Isso, graças a turnês excruciantes, empresários sedentos por mais dinheiro (não que os músicos não quisessem também) e às vezes até mesmo os fãs, que exigem performances memoráveis do artista quando está no palco ou em uma noite de autógrafos (mas isso é papo para outro post).

Sabemos de muitos talentos que deixaram a Música (voluntaria ou involuntariamente) não pensavam ou tinham tempo para cuidar da saúde. Exemplos como Steven Tyler do Aerosmith, Slash e até o grande Eric Clapton (que hoje tem uma aparência de um músico mega comportado) sofreram muito com abusos em alimentação desregrada, consumo excessivo de comidas e bebidas artificiais e mesmo falta de preparo físico para tocar por muito tempo seguido.

DMDS2015 0002

Um dos exemplos mais recentes, Chester Bennington do Linkin Park “estourou” suas cordas vocais de tanto gritar em suas músicas. Sim, o estilo pedia e a maratona de shows estava lá para ser cumprida. Mas digamos que tudo poderia ser diferente se ele tivesse se preparado, feito aulas, aquecido suas cordas vocais (que é um tecido muscular) frequentemente antes dos shows e gravações. Podemos afirmar que seus “berros” em músicas como “A Place for my Head” ainda estariam sendo ouvidos (depois de uma determinada idade eles precisariam diminuir, mas durariam bem mais com preparo).

Não queremos ser nem parecer chatos em repetir esse assunto, mas casos de tendinite e lesões correlatas também não faltam entre instrumentistas profissionais e amadores (como tratado nesse post). Certas práticas simples, como fazer pequenos intervalos entre os estudos ou durante os shows, além do aquecimento/alongamento antes e depois de tocar previnem as tão temidas LER.

E não é só do corpo que precisamos cuidar (não basta só “puxar ferro), mas da mente. Ambos devem estar fortes e preparados. E como exercitar o cérebro (e não pense no Charles Xavier dos X-Men levantando as coisas com o poder da mente)? E por falar em cérebro, como anda sua Saúde Auditiva? Nós já falamos também sobre isso nesse post e não adianta nada fugir ou fingir que sua audição está perfeita. Faça testes audiométricos frequentemente e nada de ouvir Musica no volume máximo nos seus fones de ouvido ou ficar na cara do PA nos shows de Heavy Metal que tanto gosta.

DMDS2015 0001

E não é só na parte externa que nossa saúde mental pode ser afetada: como está a sua saúde financeira? Além do nosso post sobre esse tema, uma reportagem recente (15/03/2015) do programa Fantástico mostrou que cinquenta e quatro milhões de brasileiros estão endividados. E por causa dessas dívidas, muita gente acaba ficando doente. É aquela história: chega a fatura do cartão de crédito, está lá “pagamento mínimo”. A pessoa pensa: “eu quero pagar o mínimo”, vai empurrando a dívida, os juros vêm em cima, a dívida fica enorme e daí pra frente é só dor de cabeça. Um teste do Serasa pode indicar se, além de ajuda financeira, é hora também de procurar ajuda médica. Veja o vídeo nesse link.

Isso a gente fala sempre: seja consciente do seu corpo e da sua mente. Leia, ouça, converse, discuta, concorde, discorde, embase suas opiniões e não deixe de absorver conteúdo o tempo todo. Quanto mais você sabe, mais possibilidades se criam para você superar adversidades e aproveitar bem de qualquer situação.

Não queremos parecer àquela tia velha ou a mãe que fica no seu pé dizendo “menino, come direito” ou “menina, vai estudar”. Queremos apenas deixar claro nosso sonho é ver os brasileiros tocando cada vez mais e melhor, evoluindo como cidadãos e como músicos. Só assim nos faremos melhor e à sociedade. E para fazer sempre, precisamos nos cuidar, concorda?

Até a próxima!

Dan Souza é CMO, Relações Artísticas, fissurado em tecnologia e música, além de baixista nas horas vagas e apaixonado por Publicidade, Propaganda, Literatura e Filosofia. Formado em Marketing pela UNINOVE/SP, faz parte, desde 2013, da equipe de Marketing SANTO ANGELO.