Bem-vindo ao blog da Santo Angelo!

Cabos e acessórios SANTO ANGELO tem na Music Jungle
Compre já!

Venha pela Música, fique pela aula

por Isis Mastromano Correia

Você que acompanha nosso blog e que tem menos de 30 anos sabe que tudo ao mesmo tempo agora seria somente um título de álbum dos Titãs se não fosse o mais puro resumo do que passamos hoje em dia.

São mil janelas abertas na tela do computador, alertas do Facebook, programas de mensagem apitando no smartphone, celular que toca a todo instante, televisão que anuncia aquele filme que você não pode perder, amigos te assediando (sem falar do sexo oposto!) com seus novos jogos de videogame.  Tudo assim, com um apelo enorme de urgência, faz com que a areia da ampulheta caia mais rápido e muitas vezes quem vai ficando de lado para atender os outros chamados é a guitarra e os outros instrumento musicais.

Diante de tantos estímulos, quem lida com Educação Musical precisa reinventar-se para cativar seus alunos a fim de continuarem estudando e tocando um instrumento. Por isso, hoje vamos começar uma série com eles, os mestres modernos da guitarra e destrinchar seus métodos, as facilidades que oferecem e os resultados que nos fazem alcançar diante de novas maneiras de ensinar.

Batemos um papo com o guitarrista e professor Marcelo Naudi, 42 anos, 29 deles dedicados à Música, e quem já apresentamos aqui no blog. O paulista Naudi é uma das referências atuais do ensino à distância da guitarra. Seu canal Youtube tem em média 4.000 visualizações diárias. No total, já são mais de 5,3  milhões desde a inauguração em 2007.

MNCPVY 001

Se por um lado não é mais preciso pegar o carro ou ônibus para chegar até a escola, agora, é preciso ser muito disciplinado e focado para não protelar as atividades musicais para “quando tiver um tempinho”.

Com a evolução tecnológica, as pessoas não tem mais paciência de aprender coisas não aplicáveis. Tudo tem que ser dinâmico e direto, sem frescura nem enrolação. Por isso percebi a necessidade de aulas por webcam e de tornar todo meu material digital”, explica Naudi sobre a decisão de deixar de lado as aulas presenciais e se dedicar ao ensino à distância.

A história de Naudi é inspiradora aos alunos e músicos, pois, o início de sua empreitada é comum a muita gente que se encantou um dia pelos sons. “Comecei com o violão aos 13 anos, tocando músicas de revistas de cifras, até o dia em que descobri a guitarra. Ai foi paixão imediata. Meu pai estava desempregado, mas, mesmo assim deu um jeitinho de me comprar uma guitarra usada de um amigo. Tenho esta guitarra até hoje. Considero este o maior apoio que eu poderia ter recebido e como eram tempos difíceis, eu tive que me virar sozinho. Isto acabou sendo o meu caminho, o estudo autodidata, sempre com livros, revistas e fitas de vídeo aulas”, conta o guitarrista.

Aos 17 anos, Naudi já tinha dedicado bastante tempo ao violão e guitarra e assim, os amigos achavam que ele se destacava entre os demais, pediam aulas e foi esta a forma com que conseguiu seus primeiros alunos. “Acabei tomando gosto pela coisa e resolvi que esta seria minha profissão. Já tive algumas oportunidades bem interessantes de abandonar as aulas e me dedicar exclusivamente a tocar, mas gosto muito das aulas”, afirma.

MNCPVY 002

Para o professor, a diferença de tomar aulas in loco e pela web está no fato da vantagem de o aluno não perder tempo no trânsito, não estar sujeito a violência das ruas, estar mais confortável em casa, e enfim, tocar com sua própria guitarra e tornar-se cada dia mais intimo dela.

Alguns alunos ainda têm uma certa barreira com a internet e acabam vindo ao meu homestudio, mas, assim que experimentam uma aula pela net, percebem essas vantagens. Eu acompanho tudo o que acontece, como seria na sala de aula e sem aquela pressão professor versus aluno que muitas vezes dá uma certa travada na hora do aluno mostrar as coisas que aprendeu ou se abrir sobre suas dúvidas de forma clara”.

Naudi já ministrou aulas em escolas convencionais e chegou a conclusão que o aluno via web sente-se menos intimidado pela presença do professor, que é a figura superior da relação e que, para muitos estudantes pode representar uma ameaça que trava a fluidez do aprendizado. “Pela web o aluno fica bem mais descontraído por não ter um professor ‘na frente’ dele. Além de ter uma desenvoltura melhor ao tocar com sua própria guitarra. Para o aluno é melhor porque os vídeos explicativos ficam disponíveis e se ele quiser rever as aulas anos depois, terá acesso ao material que ele estudou comigo”.

A proposta metodológica de Naudi foi totalmente composta por ele.  “Tentei fazer um curso diferente dos que eu vi nas escolas e de outros professores, algo mais direto e funcional. Para você ter uma idéia, na primeira aula o aluno começa a brincar com solos e toca uma música inteira, de uma maneira mais simples, mas, já sente o gostinho de tocar com um acompanhamento. Disponibilizo junto com o material um áudio contendo o vocal e todos instrumentos menos a guitarra, assim, ele pratica o que aprende e já se diverte tocando com uma banda virtual”, descreve o professor. Ele enfatiza que aprender pela internet sem metodologia é perda de tempo.

Mas, para os professores nem tudo são flores quando o assunto são as aulas pela web e os benefícios que elas trazem aos alunos. Um dos maiores problemas é que com a facilidade do Youtube, as pessoas encontram vídeos que ensinam a tocar músicas (nem sempre corretamente) e isto pode ocasionar vários vícios que acabam atrapalhando ao invés de ajudar, segundo Naudi. Claro que essa advertência não vale para o canal Youtube SANTO ANGELO e as vídeo aulas de nossos endorsers, a maioria professores de guitarra.

Isto realmente é muito complicado, pois, me dediquei ao desenvolvimento de algo que realmente funcionasse e o fato de existir amadores que simplesmente ligam a webcam, com problemas de conexão, com material mal elaborado, denigre o trabalho dos profissionais e dá uma sensação de que uma aula online não funciona. É uma pena que o aluno muitas vezes não pesquise sobre o trabalho do professor e se empolgue simplesmente por que assistiu alguma coisa com o cara detonando na guitarra. Não se esqueçam: tocar bem não é ter didática pra ensinar”, alerta Naudi.

Como o aprendizado da Música via internet é ainda um campo de novidades a ser explorado, Naudi considera ainda difícil bater o martelo sobre quais são os desejos do estudante moderno de guitarra. “Já tive alunos que não conheciam nenhum guitarrista e nem Música em geral. Outro simplesmente queria tocar a trilha sonora dos jogos que ele jogava no vídeo game. Já tive um aluno que utilizou o estudo de harmonia para uma feira de ciências e se interessou tanto por isso que se tornou um professor de Física de uma grande faculdade de São Paulo!”, conta com entusiasmo.

Diante de tantos amadores atuando no mercado, Naudi tem ainda a preocupação de formar não só músicos, mas sim, novos formadores. Ele explica que quando um aluno mais desenvolvido diz que quer dar aulas, ele passa exatamente o mesmo curso que ministra, dá ideias e dicas de como o futuro professor pode se aprofundar em cada assunto de uma maneira didática, ensinando que dar aulas de guitarra não é apenas passar um amontoado de exercícios.

Naudi brinca que ser educador no Brasil, em qualquer área, ainda é “como viver no velho oeste americano!”. Para ele, o papel do educador musical vai além Música e se presta ainda a ajudar em todas as questões da vida dos alunos. Assim, a Música serve de elo para socialização e outra questões importantes da vida em sociedade. “Trabalho apenas com aulas particulares e me tornei amigo de praticamente todos os alunos que tive, pois, além de informações musicais, o aluno acaba repartindo comigo seus problemas, insatisfações e alegrias. Quando meus alunos me pedem opiniões eu tento ajuda-los na medida do possível. Obviamente que esta conexão já me deixou com alguns cabelos brancos, mas, acredito que isto não é uma exclusividade minha. Sei que este é um caminho para melhorar as coisas”, conta.

E você, já teve a oportunidade de ter uma aula de guitarra à distância? Se sim, escreva contando sua experiência e se ainda não, você precisa se inscrever aqui no blog SANTO ANGELO até o final do mês de agosto. Por uma gentil atitude do Marcelo Naudi, vamos sortear um ano de aulas digitais grátis com ele entre os inscritos nesse período!

É uma oportunidade para quem está iniciando no instrumento tendo em vista que o módulo é composto por exercícios para dar um gás em quem está com vontade de aprender guitarra.

Para saber mais ainda sobre as aulas e sobre o guitarrista Marcelo Naudi você pode acessar ainda o site dele e o canal Youtube.

Até a próxima, com mais professores modernos desvendando um pouco desse novo universo da Música!