5 dicas para compor músicas

 

Fala meu querido leitor: tudo bem com você?

Aqui é a Lygia Teles e escolhi escrever, sobre o tema de hoje aqui no blog SANTO ANGELO, sobre Composição ou como escrever letras e músicas com mais facilidade.

Esse tema já foi abordado várias vezes, como nesse post  e nesse outro com dicas de Redação para letristas.

Mas antes de seguir adiante, eu queria fazer uma pausa, porque deve estar passando (se é que sempre não tem essa dúvida):

“Poxa, Lygia, para mim é tão difícil escrever músicas e vem você, que nem é musicista, tentar me ensinar?

Tem toda razão, leitor, mas embora não seja uma musicista tão boa quanto você, eu sei que não sou dona da Verdade e sempre busco outras pessoas, que distribuem generosamente o Conhecimento, porque quero aprender todo dia.

Por isso, o tema de hoje é a transcrição, devidamente autorizada, de um post publicado no blog dos nossos amigos da Universidade do Áudio, uma galera que vale a pena conhecer mais detalhes, clicando nesse link . Valeu Fred Pedrosa pelo apoio.

Voltando ao início, bora conferir as 5 dicas matadoras para escrever música com muita mais facilidade?

Se preferir, ao invés de ler, você poderá ouvir esse e outros posts do blog SANTO ANGELO clicando na imagem abaixo. Depois me conte como foi essa experiência, combinado?

———————————————————————————————

Para muita gente escrever música parece algo impossível e complexo.

Tanto que existem muitos músicos, iniciantes e experientes, que preferem ficar apenas nos covers.Contudo, criar músicas próprias é uma das melhores atividades para quem toca um instrumento musical. Por meio desse tipo de processo é possível desenvolver mais as habilidades musicais e ainda ter uma criação que transmita a sua personalidade.

Se você tem dificuldades neste processo, confira abaixo algumas dicas de como escrever música com mais facilidade.

ANOTE TODAS AS SUAS IDEIAS

A primeira dica é anotar todas as suas ideias em um papel ou no próprio smartphone. Mesmo que elas não façam muito sentido em um primeiro momento, ao anotar você evita se esquecer delas e pode aprimorá-las em um momento mais adequado.

Vale anotar desde trechos da letra até acordes para a Harmonia e Melodia. Se não quiser anotar, que tal usar um dos apps de gravadores disponíveis para smartphones e “cantar” os trechos para que depois possa escutá-los e continuar a composição? Se ainda não tem um, baixe lá na Play Store.

FAÇA O EXERCÍCIO DA PALAVRA DITA

O exercício da palavra dita é bem simples e ajuda muito a escrever música. Basicamente você terá que ler a letra da sua canção deixando completamente de lado ritmo e melodia.Isso te ajudará a identificar trechos forçados ou que não façam sentido e até mesmo palavras que estão sendo usadas de forma equivocada.

GRAVE SEUS MOMENTOS DE INSPIRAÇÃO

De vez em quando bate aquela inspiração e você só quer tocar seu instrumento musical.

Nessa hora, ligue o gravador do celular (que te recomendamos acima) e grave tudo! Você poderá usar essa gravação posteriormente para ajudar no processo criativo.

Isso também evita que você esqueça aquele conjunto de acordes que soaram perfeitos juntos.

FOQUE EM UMA COISA POR VEZ: MELODIA OU LETRA

Na hora de escrever música, muitos artistas e músicos focam em fazer tudo em conjunto. Contudo, isso pode acabar atrapalhando o processo criativo, principalmente de quem está iniciando.É mais difícil desenvolver a ideia se você tiver que pensar em tudo de uma só vez. Então a dica é focar em uma parte e depois ir para outra.

Tente começar pela letra, uma vez que ela é parte que envolve mais revisões. Quando ela estiver pronta, comece a trabalhar ritmo e melodia.Quando você perceber, estará com uma canção finalizada.

FAÇA O EXERCÍCIO DA MELODIA CANTADA

O exercício de melodia cantada funciona da mesma maneira do que o de palavra dita. Mas, nesse caso, o elemento que ficará de lado é a letra.Tente focar apenas na melodia e no ritmo. Basicamente você deverá entoar a melodia da música sem usar qualquer instrumento. Assim será mais fácil perceber se ela faz sentido, se tem lugares em que pode ser melhorada.Você deve entoá-la repetidamente.

Isso também te ajudará na parte de memorização que é tão importante para os músicos. Viu como escrever música não precisa ser um bicho de sete cabeças? É uma questão de colocar essas dicas em prática e aos poucos seu processo criativo se tornará mais fácil e simples, como respirar. Quer mais dicas como essas? Aproveite para nos seguir nas redes sociais.

_______________________________________________________________

Obrigada galera da Universidade do Áudio por dividir conhecimento e expertise com os nossos leitores.

E nem preciso te dizer que dúvidas, comentários e sugestões (elogios também são benvindos) podem ser escritos aqui embaixo, ou nas redes sociais da SANTO ANGELO.

Abraços e até a próxima!

———————————————————————————————

Fred Pedrosa é engenheiro de áudio. Atualmente integra a equipe Universidade do Áudio como diretor Executivo.

Lygia Teles, é Relações Públicas e especialista em Gestão de Marketing pelo SENAC-SP. Desde janeiro/16 integra a equipe de Marketing e Comunicação da marca SANTO ANGELO.