Como escolher a sua próxima (ou primeira) guitarra

por Dr. Alexandre Berni

Em clima de BBB (que eu, particularmente, não assisto), que tal transpor esta sigla para a escolha da sua próxima guitarra: Boa, Bonita e Barata? Isto é possível? Como até hoje eu ajudo amigos e filhos de amigos a escolher a guitarra certa, escolhi este tema para poder ajudar outras pessoas que talvez estejam enfrentando este tipo de decisão, sempre baseado em minha experiência neste assunto.

Antes de começar a pesquisa sobre o que comprar, cada guitarrista ou candidato a guitarrista, deve fazer a primeira pergunta:

Quanto poderei gastar na minha próxima guitarra?

ESPG 003

Algumas pessoas querem primeiro saber qual o valor do investimento. Isto é uma forma psicológica de proteção. O cérebro interpreta que o investimento trará lucro ou economia! Explicarei mais para frente como investir com a guitarra correta.

A primeira pergunta que faço aos guitarristas é: “Qual é o estilo de música que você gosta ou pretende tocar?” Isto ajuda a direcionarmos ao modelo de guitarra que provavelmente será mais adequada para aquele estilo.

Uma outra pergunta que sempre ajuda é sobre qual guitarrista (Vai, Satriani, Clapton, Slash) ele se espelha, ou o que seus amigos ou professor de guitarra sugeriram. Basicamente, ficamos sempre entre dois modelos mais comuns, Stratocaster e Les Paul. O modelo SG às vezes aparece, graças ao Angus Young. Os candidatos a metaleiros, que são os mais imprevisíveis, querem Flying V, Explorer e outras do gênero.

Na maioria das vezes eu escutei as respostas: “Eu pretendo gastar R$ 300,00 reais”. Sabemos que atualmente as guitarras que mais vendem custam por volta deste valor. No entanto, eu nunca encontrei um vendedor que argumentasse:

“A guitarra de R$ 300,00 precisa de amplificador, capa ou softcase, correia, palheta, cabo, cordas e afinador para funcionar adequadamente. Com isso, você vai precisar do dobro que pensou investir ou gastar inicialmente!!”

ESPG 001

Sabendo isso e separando mais um pouco do seu suado dinheiro, podemos continuar a conversar. O modelo que mais ajudei  a comprar foi a Stratocaster HSS, ou seja, com captador humbucker na ponte. Isto porque este modelo é mais versátil caso o guitarrista resolva optar por outros estilos na medida que evolui em seu aprendizado. A escolha de cores nunca foi um problema, porque cada um tem o seu próprio gosto e predileção por uma cor específica.

Problema mesmo é quando me pedem onde comprar. Já ajudei muitos guitarristas a comprarem em sites ou em lojas físicas do gênero em Campinas, São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte e até fora do Brasil. Você deve estar se perguntando: “Comprar guitarras fora do país por R$ 300 reais?” Sim, na conversão antiga do dólar americano isto era possível e eu, por exemplo, tenho uma guitarra que paguei US$ 110.00. Se achar outras pechinchas como esta, eu indico para vocês.

Entretanto, gostaria de lembrar que uma guitarra com este custo não será entregue ao comprador totalmente regulada ou com cordas novas. Isto aumentaria o custo para o lojista que certamente iria repassa-lo ao comprador. Portanto, eu acho importantíssimo que o comprador também aprenda as noções básicas de regulagem de uma guitarra e sua manutenção. Isto gerará uma boa economia que poderá ser investida em outro acessório ou melhoria do equipamento inicial.

Outra dica importante que gostaria de passar, por experiência própria, que as vezes esta sua proxima guitarra não precisa ser nova e sim usada. Neste caso, sempre é recomendável saber como melhorar um modelo usado com custo baixo.

No meu post anterior, eu ensinei como limpar e conservar uma guitarra e achei melhor divulgar estas informações em primeiro lugar, para que quando mencionasse um modelo usado, vocês já saberiam que com uma boa limpeza, aquele “treco” que só atrapalhava na casa de alguém, pode se transformar numa verdadeira joia, se bem cuidada. Assim, a medida que o guitarrista ou candidato a guitarrista começar a adquirir mais conhecimento e domínio sobre o instrumento, ficará igual a um filhote de passarinho: quer sair do ninho e voar cada vez mais alto, sendo que a busca de todo guitarrista  que se preze é “o seu próprio timbre”. Mas este assunto a gente deixa para um próximo post.

Pode ser também, que ao testar um instrumento, quer novo, quer usado, o comprador perceba que a guitarra não segura muito bem a afinação e seu timbre deixa a desejar, principalmente quando se usa um pedal de drive ou de distorção. Há alguns anos, era um transtorno comprarmos captadores, tarraxas e demais peças de uma guitarra. A maior parte era importada, havia poucas lojas que vendiam essas “guitar parts” e o custo muito alto. Pesquisando o preço dos captadores, por exemplo, poderíamos constatar que o orçamento ficava até duas vezes o preço que havíamos pago pela guitarra. Tarraxas então, só existia a marca Gotoh como única opção possível.

Para quem acompanha os vídeos no canal YouTube da SANTO ANGELO, inclusive com um deles estrelado por mim, sabe que, felizmente, aquela situação de tudo difícil e caro mudou muito no Brasil. Eu recentemente experimentei os captadores SANTO ANGELO e afirmo que foi “paixão ao tocar o primeiro acorde” porque a relação custo/benefício daqueles captadores ficou muito acessível, além de opções em modelos que atingem os diversos estilos de músicas que desejamos tocar.

ESPG 002

Mas atenção: em se tratando de instrumentos usados, o que inviabilizaria a compra seria um braço empenado que não possibilita o ajuste no tensor, ou situações mais graves como a da foto abaixo:

Os demais “defeitos” tais como tarraxas velhas, captadores com defeito, potenciômetros e chaves que já derem tudo o que deviam e pintura marcada ou gasta, e outros, podem ter certeza que seguindo as minhas dicas, você aprenderá a dar um jeito.

Resumindo, se você encontrar uma guitarra com custo baixo, seja nova ou usada, em bom estado, pense que depois de limpá-la e eventualmente trocar os captadores ou tarraxas, você poderá ter outra guitarra muito melhor! Apenas fazendo ajustes simples que estão ao alcance de qualquer um!

Não precisa as vezes gastar uma fortuna no primeiro instrumento, se você continuar acompanhando nossos posts aqui no blog da SANTO ANGELO.

 Já sabe, se tiver dúvidas, é só perguntar.