Releases IV: Quem as empresas procuram?

Olá querido leitor (ou leitora), tudo bem com você?

Você já sabe, mas não custa lembrar que venho escrevendo e convidando algumas pessoas do Marketing de outras marcas do setor de instrumentos musicais e áudio para nos contarem sobre o que esperam dos atuais e dos próximos músicos que contratarem, certo?

Ah…está chegando agora ao blog SANTO ANGELO? Então releia esse post  mais esse  e ainda esse  para entender as estratégias da (nossa) SANTO ANGELO, da Tagima e da Tokai nos atuais contratos de endorserment.

É, meu amigo (ou amiga)….. a galera está cada dia mais profissional.

Tanto isso é verdade que até o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) escreveu nesse documento

Viver de música é uma realidade dual que abrange dois princípios verdadeiros:

  1. a) Princípio 1 – é possível viver de Música;
  2. b) Princípio 2 – não é fácil viver de Música.

Existem muitas oportunidades de negócio para quem deseja empreender na indústria da Música. Mas, como em toda atividade econômica, também existem muitos riscos e adversidades. “Welcome to the music business. You’re fucked!”, ironiza Martin Atkins – músico e professor de Music Business na Columbia College Chicago (Estados Unidos) – sobre essa dicotomia de prazer e de sofrimento inerente ao viver de Música, em qualquer tempo e lugar.

Quando puder, estude esse guia do SEBRAE porque, embora tenha sido editado em 2015, tem muitas informações interessantes para você saber sobre a Música tocando negócios.

Mas voltando ao tema central dos meus posts anteriores, você já deve ter adivinhado que convidei a Borne, fabricante nacional de amplificadores para instrumentos musicais, multiusos, potências, caixas ativas, caixas passivas e pedais., para nos contar mais sobre suas estratégias e quem faz as “honras da casa” é o diretor e RA (Relações com Artistas) da empresa, Walter Campanudo, que toca a empresa junto com o irmão Edson, à direita da foto abaixo.

Se ainda não conhece a história desses irmãos e da Borne Amplificadores, vale a pena reler essa matéria 

Curioso para saber como uma marca de amplificadores para instrumentos musicais prioriza na escolha de um novo endorsee?

Se preferir, ao invés de ler esse post, clique na foto abaixo e descubra os itens importantes que o Walter e a equipe da Borne Amplificadores contaram sobre seus futuros contratados.

Depois me conte o que achou dessas informações, combinado?

 Ficou Inspirado (a)? Então, confira a entrevista na integra:

SANTO ANGELO: Quem é o Edson e qual sua função na Borne?

EDSON CAMPANUDO: Olá, sou o diretor da Borne Amplificadores e da VK Áudio.

SA: Quais são os principais itens que você considera importante no release do artista e por quê?

E: A Borne está de braços abertos para todos os estilos musicais. O músico tendo paixão pelo instrumento que toca: dedicação, empatia com o público que os seguem em redes sociais, shows, eventos. São itens que olhamos muito para ser da família Borne. O músico não necessariamente precisa tocar em grandes palcos, na TV ou na rádio. O músico precisa mostrar que é isso que ele faz e que gosta de fazer, assim vai inspirar os outros ao redor com o seu talento.

SA: Quais são os critérios gerais que a Borne usa para selecionar endorsers?

E: Os candidatos a endorser da marca veem por meio das nossas redes sociais, e-mail, indicações de lojistas, músicos, feiras e shows. Analisamos todo o portifólio do músico, empenho nas redes sociais e em que ação ele pode entrar para somar com a equipe.

SA: Como você alinha um release com os objetivos da Borne antes de convidar o músico para uma entrevista?

E: Procuramos músicos que possam somar com a Borne. Nosso time de especialistas de produtos também participa desse processo e o RA e analisa todo o mercado da música, e-mails que chegam com os portifólios dos músicos, músicos que estão se sobressaindo em sua carreira com os seus trabalhos tanto em rede social, como fisicamente nos palcos

SA: Quais conselhos você daria para quem almeja ser endorser da Borne e de outras marcas do ramo?

E: Respire a marca, conheça os produtos, faça vídeos, fotos, divulgue, indique para as pessoas, mostre para as empresas que você usa o produto porque gosta. Seja diferente, seja único. As empresas vão olhar para você.

——————

Obrigada, Edson, por dividir suas ideias e exigências com todos os leitores do blog SANTO ANGELO. Desejo-lhe ainda mais sucesso nos negócios e parcerias com os músicos brasileiros.

E quem desejar entrar em contato com a equipe de Marketing da Borne, basta clicar nos links das redes sociais abaixo:

Siga a Borne no Instagram

Siga a Borne no Facebook

Espero que aproveite bem essas informações para alcançar ainda mais sucesso na sua carreira musical.

Só lhe peço que compartilhe esse conhecimento com seus amigos e amigas nas redes sociais, para que mais pessoas possam perder o medo das mudanças e assumirem suas decisões com mais coragem.

Abraços e até a próxima.

—————

Lygia Teles, é Relações Públicas e especialista em Marketing pelo SENAC-SP. Desde janeiro/16 integra a equipe de Marketing e Comunicação da SANTO ANGELO.