Músicos precisam se alimentar direito!

por Carolina Gasparini

Será que só fazer aquecimento ou alongamento de braços, mãos, dedos e articulações são suficientes para manter seu corpo saudável? E que você anda comendo ultimamente: fast food e cerveja? Ah… você não curte fast food e prefere feijoada e cerveja, não é mesmo?

Essas duplas podem parecer a dieta dos sonhos para muitos, mas nem precisamos falar que não é o ideal como Nutrição para um corpo sarado, certo? Para os músicos, menos ainda, pois enfrentam maratonas de shows, ensaios, aulas, turnês e precisam estar bem alimentados. Sem contar que os músicos adolescentes não podem se enquadrar nessa dieta.

Para funcionar corretamente o corpo humano precisa de diversos nutrientes e vitaminas e para conseguir todos em quantidade suficiente, é preciso manter uma dieta balanceada. Mesmo quando vivemos na estrada, a alimentação deve ser prioridade para manter a Saúde.

400x150 001

Diversos aspectos físicos do músico, especialmente do adolescente, podem ser prejudicados pela má alimentação, chegando até mesmo a prejudicar seu desempenho com o instrumento musical e trazendo desconforto. Até os vocalistas estão sujeitos a desconfortos, como refluxos por exemplo, que interferem na apresentação e no movimento do diafragma, prejudicando sua respiração.

Desidratação

Nutricionistas como Karine de Holanda Frota, alertam que a desidratação é um dos problemas mais recorrentes nos músicos e que não são todos os líquidos que promovem bem estar. “Os adolescentes suam menos, produzem mais calor e são menos eficientes na transferência do calor dos músculos para a superfície do corpo. Esses fatores contribuem para aumentar os riscos da desidratação.”

400x150 002

Para solucionar o problema, Karine indica uma boa hidratação e atenção com a quantidade de água ingerida. “Focando no momento da apresentação, a recomendação é iniciá-la já hidratado, mantendo esse cuidado durante e depois do show”, comenta a nutricionista.

Cardápio ideal

Cada organismo necessita de uma certa quantidade de nutrientes, mas manter uma alimentação colorida e equilibrada é importante para todos. O ideal é manter um rotina de 6 refeições diárias (3 principais e 3 lanches intermediários), e incluir um lanche antes do show, como os atletas fazem antes do treinamento. “Cada vez mais o músico é comparado ao atleta e precisa seguir orientação sobre nutrição e atividades físicas”, comenta Karine.

Antes dos shows, o músico deve optar por alimentos que deem mais energia e não sejam de difícil digestão. “O lanche pré-show tem como objetivo evitar o cansaço e a fadiga alem de prevenir danos musculares devido ao esforço físico”, diz a nutricionista. Segundo Karine, antes do show os músicos devem ingerir principalmente os seguintes alimentos:

  • Carboidratos – barrinhas de cereal, frutas ou sucos, cereais, pão integral, batata doce.
  • Proteínas – Queijo branco, iogurtes, ovos, frango e carne vermelha.

400x150 003

O músico também deve se atentar à reposição dos nutrientes perdidos durante o show. Não adianta fazer um lanche saudável antes e comer muito em uma lanchonete após o show.

E na correria?

Claro que você não vai interromper ou se atrasar para o show porque precisa se alimentar periodicamente, mas é sempre interessante tentar manter a dieta balanceada e com horários certos para alimentação. “Devemos sempre a mão opções saudáveis e práticas na bolsa ou na mochila”, segundo Karine.

400x150 004

Pequenos lanches, como barrinhas de cereal, frutas, sucos e suplementos em pó são ótimas alternativas para quem vive na estrada, pois são fáceis de carregar e não precisam de preparo ou cozimento. Só é preciso atenção no caso de produtos industrializados pois eles podem não ser tão saudáveis, contendo altos níveis de açúcar, sódio e gorduras.

Cada corpo uma dieta

Um ponto importante a ser analisado é que cada organismo é único e possui necessidades nutricionais específicas. Além da análise corpórea e de constituição física, é preciso também levar em consideração a atividade desempenhada pelo músico e qual instrumento toca.

A performance do artista, sua presença de palco, danças e movimentos também precisam ser analisados para conseguir estimar sua perda calórica e de nutrientes. Quanto mais movimentos forem feitos, maior será a perda. Por isso, o instrumento tocado e a atividade no palco do músico devem ser analisadas.

Seguir dietas malucas ou inspiradas em outros artistas não é uma boa ideia. Cada um tem as suas necessidades e a dieta que é perfeita para um organismo pode não se adequar a outro, mesmo que visualmente eles tenham a constituição física muito parecida.

400x150 005

Como normalmente o músico viaja em equipe, seja de som e áudio ou com a banda, é interessante buscar um único nutricionista, que pode adequar as necessidades de todos em um cardápio parecido. Assim é possível comerem juntos e ter menos trabalho na hora de escolher o restaurante ou os itens que irão para o camarim.

Dicas para comer bem

Manter uma dieta equilibrada não significa perder todos os prazeres gastronômicos que encontramos em diversas culinárias, mas sim, saber adequar cada alimento ao seu cardápio, sem exageros e eliminando, sempre que possível, os produtos industrializados, dando preferência aos alimentos frescos.

Com a alimentação balanceada e adequada podemos encontrar maior disposição e saúde, além de termos nosso visual modificado, o que traz maior satisfação pessoal. Aliar saúde física e mental é um desafio que deve ser vencido pelo bem de nossos corpos.

Karine separou 5 dicas nutricionais especialmente para os músicos:

  • Faça pelo menos 5 refeições saudáveis ao dia (3 principais e dois lanches com intervalos de 3 em 3 horas).
  • Opte por alimentos integrais (arroz, pães, cereais). Coma mais frutas e verduras. Consuma carnes magras, frango e peixe (retire a gordura aparente). Evite os industrializados (refrigerantes, biscoitos, sucos de caixinhas, refeições congeladas, etc.) eles possuem muito açúcar, sódio ou gordura saturada. Fiquem sempre de olho nas informações dos rótulos.
  • Para fugir de armadilhas alimentares e comer o que vem pela frente é muito importante se organizar. Se você já sabe que irá passar muito tempo fora de casa ou na estrada leve na lancheira térmica ou mochila lanches saudáveis.
  • A desidratação é a causa mais comuns de cansaço físico. O músico deve começar o show já hidratado e ao final precisa repor o volume perdido no suor.
  • Após o show é hora de repor o que foi perdido e consumir nutrientes que irão garantir a sua recuperação. Nada de comida gordurosa e pesada. Opte por refeições leves que sejam de fácil digestão e favoreçam um sono tranquilo.

Como vocês viram, a nutrição é muito importante na vida do músico, podendo influenciar sua saúde e até mesmo habilidade e disposição. Vocês devem estar se perguntando sobre os suplementos alimentares que auxiliam a nutrir o corpo quando não conseguimos ter refeições totalmente balanceadas, certo? Isso é assunto para um próximo post, com o auxílio de nosso endorsee Gustavo Guerra.

E vocês? Costumam seguir cardápios balanceados especialmente em dias de shows? Contem para a gente!

Karine de Holanda Frota é coautora do livro “Saúde para músicos” e nutricionista.
Instagram: @karine_holanda
Fan page:
https://www.facebook.com/karineholandanutricionista
Site: www.karineholanda.com.br