Preste atenção na foto

2016-01-29 - FB

Tem alguma semelhança com o seu dia a dia? Claro que sim porque o fenômeno do “Narcisismo Digital” é mundial.  Hoje queremos te propor um desafio: que tal refletir sobre algo mais importante que técnicas de guitarra?

O que será?

Estou falando de você e da sua vontade e capacidade de mudar atitudes, tornando-se mais solidário: um tema que vale boas reflexões. Como base da nossa conversa, pedimos que releia (se leu ou ainda não) 2 posts já publicados aqui no blog, com ideias criativas para fazer a diferença em 2016. Agora pense: devemos apenas nos preocupar com questões financeiras e profissionais?

2016-01-29 - 004

Acredito que são questões importantes, mas não bastam! Por isso, vamos rever conceitos, posturas e atitudes com as outras pessoas da nossa rua, bairro, cidade e país. Que tal se perguntar por que estamos o tempo todo registrando, postando e compartilhando nas redes sociais tudo que fazemos e pensamos?

Hoje em dia, é comum pensarmos que uma pessoa antenada é aquela que tem um celular de última geração com uma excelente câmera frontal para fotos, e que de preferência na maioria das vezes está voltada para si mesma. Vivemos na sociedade do espetáculo, o importante não é mais o ser e, sim parecer ser, como descreveu muito bem o sociólogo francês Guy Debord.

2016-01-29 - 003

Essa constante exposição virtual, cria dentro de nós inúmeras confusões: Já não sabemos mais se somos as fotos e conteúdos que postamos, ou apenas uma representação parcial daquilo que gostaríamos de ser? Além disso, nosso comportamento egocêntrico nas redes sociais reflete em nossas atitudes na vida real, colocando nossas vontades e desejos em primeiro lugar.

Como visto por quem visitou a NAMM 2016, em alguns estandes aproveitaram-se da tecnologia presente e se voltavam à despertar um certo tipo de narcisismo no músico, que por histórico, gosta de se registrar. Gibson e Ernie Ball usufruíram desse recurso, cada um de seu modo.

A famosa marca de guitarras disponibilizava um espaço com câmeras em 180º onde você se sentia em um palco. Apesar de um espaço grande, a maioria dos visitantes tirava suas fotos “alone”. Poucos levaram seus amigos para tirar uma foto de “banda”, mostrando um pouco mais de altruísmo e senso de grupo.

2016-01-29 -002

Já a Ernie Ball lançou uma campanha antes da feira na qual você criava um anúncio com as cordas que mais gostava de usar, no mesmo padrão de grandes nomes que são parceiros da marca, como Steve Vai, James Hetfield e John Petrucci. Isso começou em um website desenvolvido exclusivamente para isso e culminou em um pequeno totem dentro do estande da marca. De certa forma, trabalhavam seu ego fazendo-o parecer um artista do mesmo nível que esses gigantes da música.

E o que tudo isso impacta na minha vida?

2016-01-29 - 001

Antes de tudo, fiquem tranquilo: ser digital e postar “selfies” nas redes sociais, não tem nada de errado. Pelo contrário, é uma forma de nos comunicarmos com pessoas e fazermos parte de um grupo. Mas, a proposta desse post é apresentar algumas atitudes que transformam positivamente o mundo em que vivemos, agindo de forma solidária. Você ajuda aos outros e ganha, em retribuição, uma felicidade enorme. Não acredita?

Começaremos por pequenas ações com grandes efeitos:

1 – Doação

Doar vai além de oferecer ao outro aquilo que não te serve ou o que não fará falta. Você pode organizar campanhas de doação nas redes sociais, convidando todos os seus amigos para se engajarem. Pode começar com coisas simples que todo mundo sempre tem em casa: roupas, calçados, brinquedos, alimentos, mas em bom estado de conservação. Além disso, você pode fazer a doação de sangue que é um procedimento rápido e seguro, e também se tornar um doador de medula óssea, basta se cadastrar nos hemocentros do seu estado.

2 – Educação

Temos que começar pelas crianças, educá-las para se tornarem adultos conscientes e politizados, parece uma frase clichê, mas é verdade. Tem algumas atitudes que todos sabem que são corretas, mas na hora de fazer esquecem, como por exemplo, ceder o lugar do ônibus para alguém mais velho, deficientes, grávidas ou pessoas com criança no colo. Outra atitude é fazer o descarte correto do lixo: verifique se na sua cidade existem programas de coletiva seletiva, separe o que pode ser reciclável e incentive as pessoas próximas a seguirem seu exemplo.

3 – Doe alguns minutos por semana

Seja para ler um livro para seu sobrinho, ou para conhecer um lar de idosos, visite um hospital, ou simplesmente dê atenção àquela pessoa que falou com você na fila do ônibus, supermercado ou cinema. Mas, estou falando de atenção mesmo, de se importar, e ouvir o que a pessoa está dizendo, pessoas idosas e crianças têm tanto a oferecer: aproveite e agradeça.

4 – Faça um trabalho comunitário

Além de aulas de música em escolas, creches, lar de idosos ou hospitais, que tal participar de uma horta comunitária e colher alimentos orgânicos e fresquinhos, fazer novas amizades e praticar a cidadania? São muitos benefícios que uma horta comunitária traz para os moradores e frequentadores do bairro. Você pode aproveitar praças e terrenos abandonados. Encontre pessoas dispostas a cuidar da horta cotidianamente, se revezando para que todos colaborem, todos são bem vindos. Pesquise algumas hortas comunitárias que já estão a todo vapor, compartilhe e se inspire. E lembre-se que já falamos sobre isso desde 2013 nesse post.

5- Ensine o que você sabe

Não precisa ser um especialista para começar, basta colocar o aprendizado em ação. Já pensou em começar com um blog, podcast ou criar um canal no YouTube para compartilhar os seus conhecimentos?. Mesmo que no início tenha uma audiência baixa, não desista. Você colherá os benefícios, melhor se aprende quando se ensina, com certeza compartilhar vivências e conteúdos fará um bem enorme a alguém.

E aí, estão animados? Prontos para impactar sua família, comunidade e país com suas novas atitudes?

2016-01-29 - 002

Aproveite as inúmeras possibilidades que o mundo digital oferece para se conectar com projetos sociais, marcas e causas. Um exemplo bacana é o “Think&Love” um site que reúne exemplos, mobiliza voluntários, busca doações e ajuda a conectar quem quer ajudar com quem precisa. Encontre uma causa ou tema do seu interesse, são diversas categorias: meio ambiente, combate à pobreza, saúde, arte e cultura, direitos humanos e educação.

Lembre-se, o desafio é fazer a vida real tão bela quanto à vida virtual.

Abraços e até a próxima!

Lygia Teles, é Relações Públicas, formada pela Faculdade Belas Artes e pós-graduanda em Gestão de Marketing pelo SENAC-SP. Desde janeiro/16 integra a equipe de Marketing e Comunicação da SANTO ANGELO.