AGUENTE FIRME: A TEMPESTADE VAI PASSAR!

Salve, leitor ou leitora do blog SANTO ANGELO! Tudo bem?

Aqui é Sasha Z de novo na área e espero que tenham curtido meu post anterior aqui mesmo no blog SANTO ANGELO que tratou dos Infoprodutos Musicais, o que são e como começar a produzi-los. 

Sim, eu sei que muitos vão dizer que não têm ânimo para pensar nisso, porque atualmente estamos atravessando um dos períodos mais complicados da pandemia do COVID-19. 

Foto: Revista Placar
Foto: Revista Placar

E você, que nos lê no futuro, saiba que escrevi este post em pleno abril de 2021, com as pessoas saindo às ruas de máscaras, somente para atividades essenciais, com várias lojas fechadas e sem autorização das autoridades sanitárias para shows e outras aglomerações de pessoas.

Entretanto, mais do que nunca, precisamos evitar a Síndrome do Cafuringa, “levantando a cabeça” e tirando o foco somente nos acontecimentos atuais para fazer a nossa parte na superação, o quanto antes, de mais este capítulo conturbado da história brasileira.

Olhar para baixo e sair correndo, como fazia o Cafuringa, só prestando atenção nos números atuais e alarmantes de contaminações e mortes, falta de leitos hospitalares, pouca disponibilidade de vacinas para a população, enfim todas as más notícias que somos bombardeados todos os dias, só nos afasta da certeza que tudo isso vai passar porque sabemos que pode até demorar, mas a humanidade vai prevalecer, como aconteceu com a Gripe Espanhola no Brasil.

Usando novamente a imagem de um jogador de futebol, eu prefiro a forma de Ademir da Guia, que na visão de muitos críticos e ex-jogadores (como o Dr. Sócrates) tinha a “colocação impecável, a fronte eternamente erguida, a calma irritante, o passe perfeito, a simplicidade dos gestos, o alcance dos passos, a lentidão veloz e o raciocínio implacável”.

Que tal, agora, “levantar a cabeça” e tentar “enxergar” o quê virá depois que a tempestade passar?

Eu acredito que, num dia, não muito distante, as viagens, shows, workshops, feiras e eventos estarão de volta, com bandas, escolas e lojas de música, artistas, equipes técnicas e toda a cadeia de profissionais que trabalham com eventos voltando a desempenhar suas funções da forma que sempre o fizeram.  

A reflexão que eu te proponho é: você está se preparando para o retorno das atividades? O que tem feito para se destacar quando tudo passar e a demanda por Música crescer vertiginosamente?

Desde o início da pandemia, eu encarei esse período de isolamento para “amarrar os cadarços”, isto é, como uma oportunidade de reflexão e análise de cada um dos meus projetos. 

 

Sei que é complicado falar de oportunidades e ter um olhar otimista em relação ao futuro quando vemos a situação que predomina no Brasil atualmente, mas é preciso seguirmos em frente. 

Claro que me solidarizo com todos aqueles que perderam amigos, familiares e que, de alguma forma, foram afetados por tudo o que aconteceu desde que o primeiro infectado foi descoberto aqui no Brasil. 

No entanto, para muitos de nós, o isolamento social deu-nos mais tempo disponível e que, mesmo agora, se bem aproveitado, pode ser fundamental para você estar melhor posicionado no mercado quando as atividades suspensas do mundo da Música voltarem com força. 

O meu objetivo aqui é instigar você, leitor e leitora, a se preparar da melhor forma possível! 

Eu acredito que todo esse tempo sem shows, turnês, workshops e eventos, está gerando uma crescente demanda reprimida. Isso quer dizer que as pessoas não veem a hora de poder encontrar os amigos em um bom show, curtir sua banda favorita ao vivo e aprender com artistas que são referência em workshops e eventos. 

Para poder “surfar” essa onda de oportunidades que virá, meu conselho é simples: Esteja preparado! 

Este é o momento para avaliar a sua realidade e investir em melhorias para estar bem posicionado quando as oportunidades surgirem. Quero dividir com você algumas dicas bem práticas. Vamos lá?

1 – Como está o seu equipamento?

Aproveite para fazer uma manutenção geral. Quando você estiver com a agenda cheia, não vai ser fácil parar para cuidar dos detalhes do seu setup. Agora é a hora de ver se está tudo em ordem, verificar se as suas ferramentas de trabalho estão em boas condições. (E claro, garantir que você esteja com cabos SANTO ANGELO, para não ficar na mão 😉 quando mais precisar)

2 – A técnica está em dia?

Pessoalmente este é o tópico que mais me dedico desde o início da quarentena. Aproveite o tempo extra para estudar seu instrumento: Separe um tempo do dia, defina antecipadamente o que será estudado e mãos à obra! Uma vez desenvolvido o hábito de praticar, você seguirá evoluindo como músico, aumentará sua confiança e estará pronto para crescer sua carreira.

3 – O que posso atualizar?

Aproveite para avaliar suas fotos de divulgação, redes sociais, releases, site e outros materias que podem (e devem!) ser atualizados para você estar melhor posicionado. Com os devidos cuidados, claro, você pode aproveitar o tempo extra do isolamento para produzir um material incrível! Seja qual for a vertente que atue, ter um press kit atualizado e de qualidade vai fazer a diferença quando comparado aos outros que não se preocuparam com isso!

4 – Quer aproveitar o tempo para compor material autoral e produzir conteúdo para as redes sociais?

É impossível negar que boas composições e postagens estratégicas podem ajudar um músico profissional a dar os próximos passos na sua carreira. Em fases de agenda cheia, gigs e aulas costumam tomar bastante tempo e é comum o músico estar sobrecarregado a ponto de não conseguir criar esse tipo de conteúdo. Agora é a hora! Que tal dar os primeiros passos para aquele sonhado single, EP ou álbum autoral? Ou quem sabe, criar uma série de postagens para as redes sociais que evidencie a sua proposta de valor? 

5 – O “novo normal”

Precisamos refletir sobre o que esperar do retorno às atividades, já sabendo que alguns “efeitos colaterais” da pandemia vieram para ficar. Precisamos nos adaptar porque aulas online, lives, infoprodutos vieram para ficar. Para ser a sua melhor versão é fundamental aprimorar o que você já faz, mas também olhar para frente a adicionar novos produtos e modalidades ao seu portifólio. 

Tenho certeza de que essas dicas podem te ajudar a ter uma visão mais otimista sobre esse período que estamos vivendo. 

Estamos todos cansados de esperar o sonhado retorno dos shows, turnês, workshops e eventos, mas lamentar não vai nos levar na direção certa. Aproveite o tempo da melhor forma. 

Mantenha o foco nos objetivos de longo prazo e procure ser produtivo agora mesmo. A certeza é de que isso tudo vai passar e a demanda por arte vai ser grande! Esteja preparado.

E para não dizerem que só citei jogadores de futebol, acrescento que gosto muito da mentalidade “mamba” (tentar ser melhor a cada dia), desenvolvida pelo lendário jogador de basquete Kobe Bryant, e sigo aprendendo muito em adaptar estratégias de sucesso de quem se destacou nas mais diversas áreas para a nossa tão querida área musical. 

Encerro o nosso assunto de hoje com uma frase que li no livro de Kobe e que sintetiza tudo o que falamos: “You have to work hard in the dark to shine in the light” que numa tradução livre significa “Você precisa trabalhar duro no escuro (quando ninguém está olhando) para brilhar na luz”. 

 

Um grande abraço e até a próxima.

 

Sasha Z

Sasha Z, guitarrista e endorsee SANTO ANGELO. Atualmente leciona guitarra e violão na Overdrive Guitar School (Caxias do Sul – RS) e desenvolve um trabalho solo instrumental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *