Ensino presencial X Ensino online: Painel Regional Parte 2

Fala meu querido leitor, tudo bem? Seja bem vindo ou bem vinda, se for sua primeira vez por aqui.

Em meu post anterior, convidei os músicos paranaenses Alexandre Almeida e Airton Mann para compartilharem conosco suas experiências como professores e as perspectivas regionais para o ensino presencial e online.

Se você leu, ficou convencido ou não das aparentes diferenças na Educação Musical entre os vários estados brasileiros?

Por exemplo, na foto da banda gaúcha (reparou nas ruínas da cidade de São Miguel das Missões ao fundo?) que abriu esse post, de forte tradição musical, poderia imaginar que guitarra, baixo e bateria conviveriam em harmonia com as gaitas?

Formações assim inspiram outros grupos (e novos músicos) a seguirem a mesma corrente criativa e certamente serão necessários aprendizados mais especializados para cada instrumento.

Uma coisa é certa: a forma como aprendemos Música mudou e serviu como fomento para que mais pessoas pudessem aprender a tocar um instrumento musical e, claro, surgiram novas oportunidades para que os músicos mais experientes pudessem abrir suas próprias escolas e certificações online.

Para ajudar nesses novos negócios, ao longo dos anos foram desenvolvidas tecnologias para auxiliar na rotina, administração e ensino a distância, permitindo melhor acompanhamento entre aluno e professor.

Segundo o estudo “Um ano do decreto da EAD”, leia na integra realizado pela ABMES as matrículas em cursos online vem se aproximando dos números dos cursos presenciais e se ambas se mantiverem com as mesmas taxas de crescimento anual o EAD ultrapassará o ensino presencial em 2023.

Mas a dúvida permanece: existem diferenças regionais no Ensino da Música no Brasil?

Fiz essa e outras perguntas para os parceiros Bruno Mello (que possui forte presença no ensino musical online a partir da cidade de Carlos Barbosa/RS) e para o Sasha Z (que abriu sua própria escola física em Caxias do Sul/RS).

O resultado foi um papo dahora que gostaria de convidá-lo para ouvir, clicando na imagem abaixo.

Enfim, mas não se esqueça de formar suas próprias conclusões ao final desses testemunhos e daqueles dos post sobre nossos parceiros paranaenses desse outro post , combinado?

Só não se esqueça de nos contar se gostou (ou não) dessa experiência e se deseja ouvir empreendedores de outras regiões brasileiras, OK?

_____________

Obrigada, Sasha e Bruno por dividirem suas experiências aqui no blog SANTO ANGELO com todos os nossos leitores. Desejo-lhes ainda mais sucesso pessoal e nas respectivas escolas.

E quem desejar acompanhar mais de perto o trabalho desses excelentes profissionais, basta clicar nos links das redes sociais abaixo:

https://www.facebook.com/sasha.zavistanovicz

https://www.instagram.com/sashazavista/?hl=pt-br

https://www.facebook.com/orbmello

https://www.instagram.com/orbmello/?hl=pt-br

………………………………………………………….

Espero que aproveite bem essas informações para decidir corretamente sobre seu próximo aprendizado musical e só lhe peço que compartilhe esse conhecimento com seus amigos e amigas nas redes sociais, para que mais pessoas possam decidir conscientemente sobre como aprender a cantar ou tocar um instrumento musical.

Abraços e até a próxima.

_______________

Lygia Teles, é Relações Públicas e especialista em Gestão de Marketing pelo SENAC-SP. Desde janeiro/16 integra a equipe de Marketing e Comunicação da marca SANTO ANGELO.