Bem-vindo ao blog da Santo Angelo!

Cabos e acessórios SANTO ANGELO é na Music Jungle
Compre já!

Manutenção de guitarras: faça você mesmo

2015-12-11 - FB

Olá pessoal, tudo bem?

Alguns dos posts mais visitados aqui no blog e procurados nos “Google’s da vida” são aqueles que tratam de manutenção de instrumentos musicais.

Troca de captadores, limpeza adequada, manutenção de ferragens e regulagem da altura das cordas são alguns deles quando nossos leitores são guitarristas ou baixistas.

Pensando nisso (e em todos vocês nesse no ano que não está fácil para ninguém) resolvemos reviver alguns dos posts mais acessados, atualizando-os para não perderem a atualidade.

Dessa forma, os conselhos do Dr. Alexandre Berni (o Dr. SANTO ANGELO), que escreveu os posts, foram revisados e atualizados pelo nosso convidado de hoje, o luthier Renato Moikano, diretor da Major Tone Guitars.

Lembramos que essas dicas são para que você mesmo faça os pequenos ajustes. Caso não se sinta seguro para realiza-los, use o bom senso e procure um luthier de sua confiança, combinado?

—————

Olá, meu nome é Renato Moikano e estou aqui para ajuda-los. Se tiverem dúvidas, entrem em contato comigo através das redes sociais ou do Blog SANTO ANGELO. Aliás, muito obrigado ao pessoal da marca pela oportunidade.

Como ponto de partida, classifico a regulagem dos instrumentos de cordas em duas formas:

Regulagem Simples: Limpeza do instrumento, troca cordas, ajuste de tensor, regulagem de oitavas, ajuste da ação das cordas na ponte ou no nut e por fim a regulagem da altura dos captadores e carrinhos (saddles).

Regulagem Completa: Limpeza geral com polimento e lubrificação do corpo, braço e parte elétrica (para retirar ruídos e chiados dos potenciômetros, chave e jack) do instrumento, troca de cordas, ajuste de tensor, regulagem de oitavas, ajuste de ação de cordas na ponte e no nut, regulagem de altura dos captadores, retífica completa de trastes e ajuste da altura dos carrinhos (saddles).

Acho que todo guitarrista, independente do nível, deveria saber fazer a manutenção e regulagens simples do seu instrumento musical, pois isso o livrará de muitos imprevistos e emergências em seus estudos e apresentações.

Costumo chamar de manutenção: a limpeza com troca de cordas; regulagem simples; ajuste de tensor; ajuste de oitavas; regulagem de altura de cordas e captadores.

Para todo esse checkup você vai precisar de ferramentas simples, tais como: chaves de fenda e Philips, chave ajustável, cotonetes, algodão, palha de aço, alicate de corte, fita crepe, estilete, álcool isopropílico, limpa contatos, cordas novas, afinador, óleo para escalas e líquido polidor.

2015-12-11 - 001

Vamos passo a passo:

Limpeza Inicial: Após retirar as cordas, eu inicio a limpeza pela escala da guitarra. Depois de passar  óleo a base de extrato de limão, eu uso uma lâmina de estilete passando levemente na escala para retirar a sujeira mais grossa e acumulada pelo suor dos dedos.

Mas atenção: esse procedimento só pode ser feito em escalas cuja madeira não é envernizada. Nas escalas envernizadas, a limpeza deve ser feita como no corpo no instrumento, descrito abaixo.

2015-12-11 - 002

Limpeza dos Trastes: Existem vários produtos no mercado que realizam a limpeza dos trastes proporcionando um discreto polimento. Não conheço nenhum de origem nacional e por isso a boa e velha “palha de aço” de mil e uma utilidades.

É importante lembrar que devemos proteger a escala com fita crepe para não danificá-la.

2015-12-11 - 003

Ajuste das Tarraxas: É sempre bom realizar um reaperto dos parafusos das tarraxas após sua limpeza, pois elas são de fundamental importância para mantermos a afinação das cordas por mais tempo.

Um investimento que eu não dispenso é ter tarraxas de boa qualidade sempre de prontidão para eventuais substituições.

2015-12-11 - 004

Verificação e Limpeza dos Potenciômetros, chaves e jack: Para evitar chiados, eles devem estar sempre desengraxados e limpos. Existem alguns produtos no mercado que limpam os contatos além da famosa limpeza com álcool isopropílico.

Devemos sempre verificar se o jack está com os contatos internos bem justos com o plug, pois se não estiver poderá causar ruídos indesejáveis e mau contato, além de não prender o cabo com firmeza.

2015-12-11 - 005

Verificação dos Captadores: Uma dúvida frequente de todos os guitarristas é sobre a altura dos captadores e as cordas. Eu geralmente deixo uma altura de no mínimo 4 (quatro) mm de distância, mas em algumas guitarras deixo com mais ou menos, mas nunca com menos que 3 (três) mm.

O importante é conseguir um equilíbrio entre a superfície dos captadores e a máxima vibração das cordas para não se tocarem e alterarem o timbre.

Quanto mais próximo dos captadores, maior a interação do campo magnético com as cordas. Isto pode dar mais volume e talvez enfatizar algumas frequências.

2015-12-11 - 006

Limpeza da Ponte: Faço a limpeza da ponte muitas vezes com um auxílio de um cotonete usando estes produtos comercializados para limpeza de guitarras (D’Andrea, Dunlop, Gibson etc.).

2015-12-11 - 007

Limpeza da Madeira: Eu sempre usei produtos vendidos comercialmente para limpeza de guitarras, pois os produtos de uso domiciliar tipo lustra móveis são mais abrasivos podendo danificar a pintura.

No entanto, existem alguns polidores de latarias de carros que costumam dar ótimos resultados. Vale a pena lembrar que o uso de algodão e flanelas limpos são os mais indicados para não ocasionar riscos ao verniz da guitarra.

2015-12-11 - 008

Troca de Cordas: As cordas não são eternas e a sua durabilidade dependerão da marca, das mãos do guitarrista e do cuidado que dispensamos ao instrumento.

Em minha opinião, a troca de cordas é a ação mais simples que podemos fazer com nossa guitarra.

Para prolongarmos a vida útil das cordas devemos secá-las após tocar com uma flanela e guardar em um case ou softcase logo após terminar de tocar.

Após a colocação das cordas e a primeira afinação começa a regulagem propriamente dita do instrumento.

Espero ter sido útil nessas explicações e se por acaso tenha dúvidas, gostaria de repetir: entre em contato comigo via redes sociais, aqui nos comentários do blog ou pelas mídias sociais da SANTO ANGELO.

Valeu Renato pelas dicas e se você quer mais detalhes sobre manutenção e regulagem, cadastre-se para baixar, gratuitamente, nosso ebook “A Saúde da Guitarra”.

Lá você aprenderá outras dicas legais para deixar sua guitarra sempre pronta.

Se gostar de tudo isso, compartilhe esse post com seus amigos que também tocam e gostariam de cuidar eles próprios de suas guitarras.

Um abraço e até a próxima.

Alexandre A. Berni é cirurgião geral, músico, produtor musical e apaixonado por guitarras. Escreve regularmente para o blog Santo Angelo com o pseudônimo de Dr. Santo Angelo.

Dan Souza é Relações Artísticas, Baixista e fissurado em tecnologia e música, além disso, é apaixonado por Publicidade, Propaganda, Literatura e Filosofia. Formado em Marketing pela Uninove/SP, atualmente é CMO da equipe de Marketing da Santo Angelo.

Renato Moikano é jornalista de formação e hoje é proprietário da Major Tone Guitars. Apaixonou-se pelo ofício no começo dos anos 90 quando comprou sua primeira guitarra e hoje se dedica full-time à luthieria.




  • http://www.youtube.com/user/LeoTunaOficial?feature=mhee Leonardo Tun

    Adorei as dicas, obrigado. Espero ansiosamente a segunda parte!

  • carlos henrique

    belo post, tenho uma dúvida. minha guitarra tá com um captador meio bixado, tipo, ele fica com o som muito mais baixo mas ainda funciona, e tem um mal contato quando tiro as mãos do instrumento seria algum problema de solda ou somente troca do captador?

    • http://www.santoangelo.com.br mar001

      Olá, Carlos. Tudo certo? Precisamos saber se o captador é humbucker ou single. Provavelmente a parte elétrica de sua guitarra precisa ser revisada, principalmente o fio. Pode ser sim um problema na solda, mas não precisa ficar preocupado em trocar o captador. Se você não se sentir confortável em fazer este trabalho, procure a ajuda de um profissional que fará esta revisão com propriedade. Abraço forte.

  • Ewerton Jordao

    Muito boa as dicas,a Santo angelo é muito fodaa…

  • Anderson

    Parabéns!!!

    Muito Obrigado por dispensar seu tempo e conhecimento auxiliando todas as pessoas interessadas no assunto.

  • Isaque Barros

    Muito bom, gostei bastante e isso vai me auxiliar!! Mas tenho uma pergunta, como posso “desencardir” escudos brancos e/ou perolados tirando aquela cor “amarelada” não danificando o próprio escudo? Tive a infelicidade de comprar um escudo perolado, mas no anúncio estava lindo bonito, mas quando em mãos vi que estavam encardidos! Como posso tirar esse encardido ou pelo menos amenizar a cor amarelada
    Grato!

  • Anderson Okuno

    Muito bom!!obrigado pelas dicas!

  • Jessica Roberta Samy Freire

    Muito Bom
    Pelo menos uma vez ao ano fazer isso..

  • Mig

    Qual tipo de produto é usado para limpar a ponte? Na loja só achei os para madeiras…

  • Mig

    Tenho uma guitarra com os captadores um tanto enferrujados, existe alguma solução amigável pra isso? Será que influencia muito no som final? Ou seria melhor trocar por captadores novos?

    • http://www.santoangelo.com.br/ Santo Angelo

      Mig, para pontes e partes metálicas, existem produtos específicos de várias marcas. Veja também se encontra polidores de pratos de bateria, que também podem ser usados.

      Quanto aos captadores, se só os imãs estiverem com um pouco de ferrugem, é possível fazer a limpeza com produtos específicos (que você consegue encontrar em lojas de material de construção). A troca de captadores recomendamos em duas situações: os timbres do captador atual não te agradam mais ou eles não estão funcionando mesmo depois de manutenção.

      Estamos à disposição. Grande abraço!

      • Mig

        Obrigado pela resposta e pelas dicas! Vou tentar a limpeza nos captadores, antes de decidir se devo mesmo trocar.

        E Santo Angelo, parabéns pelo excelente conteúdo do blog e pela comunicação exemplar! ;)

        • http://www.santoangelo.com.br/ Santo Angelo

          Faça a limpeza e nos avise se ficou legal, ok?

          E ficamos muito felizes com o elogio, isso nos impulsiona cada vez mais.

          Abração!