Usando apps para se informar nas eleições 2018

Olá pessoal, tudo bem?

Nos posts anteriores escrevi sobre os apps que hoje em dia facilitam a vida de qualquer músico e se você perdeu ou ainda não leu, vale a pena acessá-los aqui e esse aqui

Essa semana, nossa equipe de comunicação SANTO ANGELO pensou num tema diferente e aparentemente sem ligação com a Música, que é nosso foco principal. No entanto, tem muito a ver com a cidadania e do importante momento que todos estamos vivendo com a proximidade das eleições 2018.

O ditado popular diz: “Religião, Futebol e Política não se discute”. Mas, Política se discute, sim se realmente desejamos um Brasil mais justo e com mais oportunidades para todos, inclusive nós, músicos e musicistas.

Em primeiro lugar, a palavra discussão muitas vezes é vista de forma negativa e relacionada com brigas e discussões. Entretanto, a palavra “Discutir” significa: analisar e levantar questões a respeito de (algo); examinar detalhadamente, debater e defender pontos de vista contrários.

Devemos desmitificar esse velho ditado e entender que o debate de ideias e projetos é importante para a construção da cidadania e da nossa vida política.

Afinal, a Política exerce influencia direta na vida de todos nós, principalmente na Economia. Lembrando que acima de tudo, devemos respeitar opiniões divergentes.

E como as eleições estão logo aí, nada melhor do que simplificar e conhecer melhor as propostas de todos os candidatos e partidos políticos, não é mesmo? Informação é sempre importante e você pode se informar usando seu próprio telefone celular, sabia?

Confira os apps para conhecer e acompanhar seus candidatos:

Quem Financia é uma extensão para Chrome que permite ao usuário visualizar dados de doações de campanha sempre que estiver lendo um texto sobre um candidato. O plug-in faz uma varredura do conteúdo da página e consegue identificar nomes de candidatos à presidência e aos governos estaduais.

Voto X Veto: O app lembra um pouco o Tinder, só que nele, ao em vez de avaliar pessoas pela aparência, o usuário irá julgar as propostas de governo dos candidatos.

Todas as propostas que aparecem no aplicativo foram retiradas dos planos de governo apresentados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e o mais legal do app é que cada proposta é avaliada de maneira anônima, ou seja, o usuário não consegue saber de qual candidato é aquela ideia.

Acordei: Acordei é um aplicativo feito para as eleições de 2014 que busca ajudar o usuário a conhecer melhor suas opções de candidatos. No app, o usuário consegue encontrar dados sobre os bens declarados, o valor liberado para o gasto em campanha, o nível de instrução do candidato e a ocupação dele.

Eleitoral: O Eleitoral é uma opção interessante para os usuários de Windows Phone também verificarem informações sobre os candidatos às eleições de 2014.

O app consegue trazer para o usuário uma ficha dos candidatos, que traz informações como o limite de gastos em campanha, os bens declarados, e até as propostas de campanha (se o usuário possuir um PDF com o texto cadastrado junto ao TSE).

Candidaturas: Desenvolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o app Candidaturas permite que o usuário se conecte com o servidor do TSE e acesse informações sobre os mais de 26 mil políticos que estão se candidatando para as eleições de 2014.

O aplicativo traz a ficha completa do candidato, com informações como o nome completo, o nome para urna, o número de votação, o cargo para o qual concorre e o partido. Embora tenha poucas funções, o app é interessante por permitir que o usuário tenha um panorama sobre os candidatos de todo o Brasil.

Ficha Suja: Esse aplicativo traz para o usuário informações sobre os políticos enquadrados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na Lei da Ficha Limpa. De acordo com a lei, serão barradas as candidaturas de condenados por órgãos colegiados do Judiciário ou candidatos que tenham tido suas contas rejeitadas quando no exercício de cargos ou funções públicas.

Todos os nomes presentes no app são retirados do site fichasuja.org. As pesquisas são feitas por estados e trazem apenas o nome do político, o cargo e o partido com o qual é filiado.

Como os apps estão em constante evolução, colabore com a gente caso utilize algum outro aplicativo não listado acima. Mas lembre-se: Independente da opinião política do seu amigo ou colega de trabalho não perca oportunidade de ouvir, de exercer a tolerância e respeito, sempre aprendendo com opiniões diferentes das outras pessoas.

Concorda que “esfaquear” quem pensa diferente não leva a lugar algum dentro do projeto de um Brasil melhor do que está aí e que todos queremos?

Portanto, foque em votar com consciência e compromisso.

Fonte: as informações sobre os apps foram retiradas do site da revista Exame durante o mês de agosto/setembro 2018.

Abraços e até a próxima!

Lygia Teles, é Relações Públicas e especialista em Marketing pelo SENAC-SP. Desde janeiro/16 integra a equipe de Marketing e Comunicação da SANTO ANGELO.