Recuperando um potenciômetro de guitarra

por Dr. Alexandre Berni

No meu último post (fevereiro de 2014) eu prometi ser mais ativo, mas a economia brasileira obrigou-me a ser mais contido em dividir o conhecimento. Afinal, quem de vocês escavou a guitarra para alojar outro tipo de captador? Se quiser fazer isso agora, clique aqui para saber mais.

Hoje em dia, com a alta do dólar americano, que tornou os produtos importados muito caros, não posso deixar de me escandalizar com certas atitudes que vemos por aí. Como eu, acredito que muito de vocês já viram técnicos de guitarras ou luthiers jogando fora potenciômetros de guitarras por estarem completamente cheio de soldas antigas. Confesso que eu mesmo já fiz isto muitas vezes, mas hoje os tempos são outros.

Considerando que o preço médio no mercado brasileiro de um potenciômetro, de boa qualidade, está na média de R$10,00 reais por unidade, pergunto por que não recuperar um potenciômetro de boa qualidade se o seu defeito é só estar recoberto por soldas antigas?

Eu não perderia tempo em recuperar potenciômetros de certas guitarras chinesas originais de fábrica, porque só o calor gerado pelo ferro de solda já os danificam, como na foto abaixo:

POTENC 001

O potenciômetro que usarei para esta espécie de “higienização” é de fabricação num país de primeiro mundo como podemos identificar na impressão US (United States). Não esqueça que os potenciômetros japoneses (JP) e sul coreanos (KR) são tão bons quanto.

POTENC 002

O material que usarei neste procedimento é facilmente encontrado em boas loja do ramo de eletrônica ou componentes eletrônicos, a não ser o pregador de roupas, que tem na lavanderia da sua casa.

POTENC 003

Basta colocarmos a fita dessoldadora em cima da solda antiga e o ferro de solda sobre ela, como ilustrado na figura abaixo para eliminar as soldas antigas remanescentes.

POTENC 004

O processo é bem simples a solda antiga passa para a fita metálica.

POTENC 005

Ao passar para a fita metálica, você deve sempre cortar a extremidade com a solda antiga aderidas e colocar uma parte nova da fita para a próxima extração.

POTENC 006

Após retirar toda a solda antiga, basta limpar o potenciômetro com uma esponja abrasiva leve ou uma lixa de madeira número 400, ou com uma gramatura não muito abrasiva.

POTENC 007

Após a limpeza, o aspecto geral da “recuperação” ficará assim.

POTENC 008

Agora vamos retirar a solda antiga dos terminais do potenciômetro. Neste momento eu me lembro de quantas vezes esquentei a peça e “assoprei” para retirar a solda antiga. Sem falar que já vi muitos “profissionais” fazerem o mesmo, inclusive com a parte de cima do potenciômetro. Devo alertar o risco de acidentes que esta atitude pode ocasionar principalmente atingir seus olhos ou de alguém próximo com os respingos quentes da solda antiga.

POTENC 009

POTENC 010

POTENC 011

Agora podemos reutilizar o potenciômetro “recuperado” conforme já ensinei no post “Potenciômetro: a Saga Continua” e no “Tunando sua Stratocaster de maneira diferente“.

POTENC 012

Um grande abraço a todos e vamos compartilhar outras dicas de “economia” para que possamos todos evoluir sempre?

Até a próxima.