Bem-vindo ao blog da Santo Angelo!

Cabos e acessórios SANTO ANGELO tem na Music Jungle
Compre já!

Sonho de criança: conheça a fábrica dos seus brinquedos

por Dr. Alexandre Berni

Acredito que o post de hoje seja o sonho de muitos “big boys” (guitarristas ou admiradores de guitarras) conhecerem onde seus “big toys” são fabricados. E pela 1ª vez na minha vida eu realizei esse sonho antigo e convido a todos para virem comigo, conhecer a fábrica da Fender, em Corona/CA, EUA cidade a 40 minutos de Anahein/CA. Sempre lembrando que é em Anaheim que acontece todos os anos a NAMM Winter Show, cuja edição 2015 foi resumida por mim nesse post.

A fábrica da Fender  de Corona é a principal e maior fábrica da marca, onde se localiza também a divisão da Fender Custom Shop. A Fender mantém uma fábrica no México desde 1987, mas na década de 90 houve um incêndio na primeira fábrica e uma outra, maior e melhor equipada, foi construída em Ensenada, no estado mexicano da “Baja California/BC”.

Provavelmente o baixo custo da mão de obra mexicana e os incentivos fiscais daquele país, foram os fatores determinantes para a construção de uma filial mexicana. Vale a pena lembrar que a marca já construiu guitarras na China, Coréia do Sul, Japão e para quem tem mais 40 anos pode se lembrar de que existia uma guitarra Fender Brasileira conhecida como “Southen Cross” que muitos diziam ser fabricada pela Gianinni.  Eu tenho guitarras da marca fabricadas no Japão, México e nos Estados Unidos e posso afirmar que na minha pequena coleção existem algumas diferenças construtivas e tonais, mas esse assunto ficará para um post futuro.

A visita começa no “Visitor Center”, onde você compra um ticket para participar do “Factory Tour”, por US$ 10.00 por pessoa e grupo de no máximo de 25 pessoas, salvo grupos previamente agendados e fechados que podem ser realizados em outros horários intercalados aos dois horários principais às 10h e 11h30 da manhã, com duração média de 1 hora. Vale a pena lembrar que este tour não é realizado nas quartas, sábados e domingos.

Minha visita foi às 11h30 horas da 2ª feira, dia seguinte do final da NAMM, porque o primeiro tour já estava completo, mesmo eu chegando pouco antes das 10h. Assim, só me restava realizar a “tarefa árdua” de passear pela “Fender Shop”, onde tudo que é comercializado com a logomarca “Fender” está à venda. Quem já passou pelas lojas Disney ou da Universal em Orlando já deve estar se sentindo como eu ao passar pelos corredores da “lojinha”.

Porem, antes de entrarmos na loja, já podemos conferir algumas raridades da marca que fazem parte da história do Rock devidamente protegidas por um armário de vidro. Acredito que mesmo sem legendas as guitarras são facilmente ligadas aos seus donos. Consegue adivinhar quem são eles e elas?

VAFDF 001

Após este corredor das guitarras, entramos na loja propriamente dita. É necessário muito “auto controle”,  pois um apaixonado pela marca certamente terá a compulsão de comprar quase tudo que conseguir pegar.

VAFDF 002

Acessórios:

VAFDF 003

Bags:

VAFDF 004

Copos:

VAFDF 005

Após a loja, passamos por um grande galpão com exposição de muitas guitarras e mais 3 ambientes isolados: um teatro (que estava fechado),  uma mini-oficina e uma sala de teste para amplificadores, devidamente isolado acusticamente.

VAFDF 006

VAFDF 007

VAFDF 008

Teatro:

VAFDF 009

Na mini-oficina existem partes de guitarras com braços e corpos que podem ser comprados por encomenda ou se o seu cartão de credito permitir, poderá comprar na hora, com os preços variando entre $800 à $1.200 dólares.

VAFDF 010

VAFDF 011

Antes de começar a visita à fábrica ainda testei alguns amplificadores que ficavam sala mencionada acima.

VAFDF 012

VAFDF 013

VAFDF 014

O tour começa em um galpão a parte da fábrica, quando o guia nos mostrou onde funcionava a construção das “Made in USA” e as tão cobiçadas “Custom Shop” incluindo as Masterbuild. Ele também falou sobre como são feitas as pontes, escudos, tarraxas, blocos de madeiras com seus vários modelos de guitarras, tipos de corpos, braços, acabamento, montagem, regulagens e terminando na divisão “Custom Shop”. Não posso classificar a visita como completa, pois a área da pintura dos instrumentos foi apresentada em vídeo.

Como estávamos numa fábrica, você vê, todo tempo, os operários trabalhando e máquinas funcionando normalmente. Para um louco por guitarra é simplesmente incrível, mas uma observação importante foi que cerca de 80% dos empregados era nitidamente de origem latina, inclusive a música ambiente.

Começamos a visita à fabrica propriamente dita, verificando a fabricação dos pickguards, pontes e os blanks das madeiras dos corpos e braços, onde constatei que nos corpos não há muitas emendas. Se alguém já teve a oportunidade de verificar uma guitarra Fender mexicana, viu que existem muitas emendas nos corpos, como se fossem feitos de pequenos pedaços reciclados. Eu mesmo já cheguei a contar 6 pedaços de madeira unidas para formar um corpo de guitarra mexicana que tive a oportunidade de restaurar.

Máquina CNC para cortar os pickguards (escudos):

VAFDF 015

VAFDF 016

VAFDF 017

Pontes:

VAFDF 018

VAFDF 019

VAFDF 020

Corpos de madeira:

VAFDF 021

Escalas:

VAFDF 022

Braços:

VAFDF 023

Corte dos corpos e braços (notem a limpeza das seções):

VAFDF 024

VAFDF 025

VAFDF 026

Todos os modelos de braços:

VAFDF 027

Após saírem das máquinas de corte, os corpos e braços passam por etapas manuais de preparo, principalmente para as fases de lixamento lateral.

VAFDF 028

VAFDF 029

Como eu havia dito anteriormente, a etapa de pintura dos instrumentos não nos foi mostrada, mas um detalhe importante são os corpos de guitarras pintados e envernizados secando no teto da fábrica, como na foto abaixo. Existem esteiras transportadoras que os conduzem até o local, onde o ar é mais quente e longe da poeira que poderia impregnar na secagem do verniz.

VAFDF 030

Em seguida entramos nas etapas de montagem inclusive a dos escudos com os seus captadores.

VAFDF 031

VAFDF 032

VAFDF 033

Não podemos esquecer a área “Custom Shop”, por onde, infelizmente, o guia passou muito rapidamente. No entanto, pelas explicações entendi que a grande diferença em relação às outras guitarras produzidas na fábrica é o tipo das madeiras minuciosamente escolhidas. Com um trabalho manual incrível, onde cada uma daquelas guitarras tem uma pessoa responsável para a sua finalização, recebendo até uma numeração especial.

VAFDF 034

VAFDF 035

Por mais estranho que possa aparecer os captadores das “Custom Shop” são feitos manualmente nesta salinha com duas funcionárias, muito simpáticas, diga-se de passagem.

VAFDF 036

VAFDF 037

Terminamos a visita visualizando o jardim que eu adoraria ter na minha casa, não pelas plantas, mas sim pelo seu formato. Fica a ideia para quem tiver uma área grande disponível em sua residência.

VAFDF 038

Bem, amigos devo confessar que depois de uma hora (que nem percebi passar) fiquei com vontade de “quero mais”. A visita e informações sobre a fábrica da Fender, são difíceis de assimilar na 1ª. vez,  de maneira completa porque é rápida demais para quem quer ver tudo. Tive que deixar de lado muita coisa, principalmente por não ter conseguido fotografar, mas espero que se alguém de vocês, que já tenha feito essa visita e não leu no post alguma informação importante, possa também compartilhar comigo e com a galera o que viu de legal nessas instalações.

VAFDF 039

Enfim, que muitos de vocês consigam também realizar este sonho que realizei com a equipe da SANTO ANGELO. E se está mais curioso e quer ver mais da fábrica, aproveite o vídeo a seguir:

Grande Abraço e até a próxima.